Google parou de desenvolver seu carro que dirige sozinho, diz rumor

Por Redação | 13 de Dezembro de 2016 às 07h21

Pioneiro nos projetos de veículos que dirigem sozinhos, o Google decidiu engavetar seus planos de desenvolver um carro autônomo e agora está em busca de parcerias com montadoras para continuar a empreitada.

Um tanto quanto chocante, o rumor foi ventilado pelo Information na noite desta segunda-feira (12). De acordo com o portal de notícias, o Google já estaria trabalhando com alguns nomes da indústria automobilística há algum tempo para desenvolver carros que virão com recursos de direção autônoma, mas não abandonarão os pedais e o volante como era a pretensão da companhia de Mountain View com seu veículo.

Apesar de ter completado mais de 3,2 milhões de quilômetros percorridos em testes em rodovias públicas, o carro da empresa vinha enfrentando resistência da cúpula. Larry Page e Ruth Porat, respectivamente CEO e CFO da Alphabet, por exemplo, achavam que o modelo era "inviável" por não trazer pedais e volante.

Diante disso, a companhia teria engavetado o projeto e, além da parceria com as montadoras, agora o foco seria desenvolver um serviço de táxis autônomos até o fim de 2017. É um movimento que colocaria Mountain View para concorrer diretamente com a Uber, que começou a testar carros que dirigem sozinhos nas ruas de Pittsburgh para introduzi-los em sua plataforma.

Embora tudo soe bastante razoável, é importante lembrar que ainda não passa de um rumor. Oficialmente o Google não comentou nada sobre o assunto, mas prometeu se reunir com a imprensa ainda hoje para falar sobre seu negócio de carros que dirigem sozinhos. Portanto, mais detalhes devem ser revelados até o fim do dia.

Via The Information

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.