Google oferece Apps for Work gratuitamente para clientes de outras empresas

Por Redação | 19.10.2015 às 13:51

O Google está adotando uma estratégia agressiva para conquistar novos clientes e retirá-los da concorrência. Em uma espécie de teste gratuito com usuários e companhias selecionados a dedo, o gigante está oferecendo assinaturas gratuitas da suite Apps for Work pelo tempo de duração dos contratos que tiverem com os rivais do setor.

Como parte do acordo, os novos clientes terão acesso a aplicativos como Gmail, Docs, Drive, Calendar e outros. Além disso, terão suporte de um time de consultores voltados especificamente para a transferência de trabalhos do sistema da concorrência para o do Google, além de treinamentos online para funcionários.

Toda a negociação corre de forma um tanto discreta e, de acordo com fontes ligadas às negociações, é o próprio Google quem escolherá exatamente quem poderá fazer parte da oferta. Não se sabe, por exemplo, se os selecionados terão vantagens especiais caso escolham o gigante como seu novo fornecedor de aplicações, seja por meio do cancelamento de contratos atuais ou através de uma troca após o fim dos acordos vigentes.

A estratégia é agressiva e pode ser considerada até mesmo um pouco controversa, mas parece não estar causando preocupações para a Microsoft. Um porta-voz da empresa afirmou à Reuters que a oferta deve causar pouco impacto material sobre as receitas da empresa, que opera um serviço semelhante por meio do Office 365.

Além disso, a companhia citou o crescimento de 74% em sua base de usuários em 2015 como, justamente, o motivo por trás da promoção que está sendo feita agora pelo Google. Para a Microsoft, a empresa estaria observando sua participação de mercado diminuir na medida em que a rival adquire 50 mil novos contratos por mês, apenas no atual ano fiscal.

Uma assinatura do Office 365 Commercial pode variar de US$ 5 a US$ 12,50 por usuário, de acordo com as funcionalidades e espaço de armazenamento disponíveis. No Apps for Work, esse valor vai de US$ 5 a US$ 10, também relacionado à quantidade de serviços presentes.

Fonte: Reuters