Google muda de ideia e vai deixar usuários fazerem root no Pixel

Por Redação | 14 de Outubro de 2016 às 12h31

O anúncio dos Pixel e Pixel XL foi um sucesso, mas muitas questões ficaram no ar depois da apresentação do Google há pouco mais de uma semana. À época, a empresa disse que não seria possível fazer root nos aparelhos da maneira tradicional e que os desenvolvedores teriam de se esforçar bastante para fazer o procedimento. Agora, no entanto, a empresa mudou de ideia e confirmou que o root está liberado.

Em entrevista ao WonderHowTo, um porta-voz da empresa de Mountain View confirmou a mudança de posicionamento: "Os que comprarem o dispositivo da loja do Google poderão fazer root. Os smartphones Pixel das lojas do Goole virão com um bootloader desbloqueado".

Anteriormente, a companhia havia alegado motivos de segurança para barrar o procedimento. Contudo, com a afirmação de hoje, apenas os Pixel e Pixel XL comercializados pela operadora norte-americana Verizon virão com o bootloader travado, impedindo o funcionamento de programas como o CF Auto Root e a instalação de roms personalizadas.

Apesar da boa nova para os heavy users, o porta-voz fez questão de alertar que os dispositivos rooteados não receberão as atualizações OTA liberadas pela empresa. "O rooteamento envolve a modificação de diferentes partições no aparelho. Se essas partições forem modificadas, as atualizações OTA não serão instaladas".

Portanto, o aviso está dando. Caso compre um Pixel no futuro, pense bem antes de fazer o root nele. E boa sorte!

Via WonderHowTo

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!