Google lança projeto piloto de serviço de compartilhamento de carros em Israel

Por Redação | 06 de Julho de 2015 às 12h18
photo_camera Google

O Google está dando os primeiros passos na indústria de compartilhamento de veículos de passeio e já lançou um programa piloto de caronas em Israel. O projeto foi desenvolvido pela equipe por trás do aplicativo Waze, comprado pela gigante da web em 2013 por mais de US$ 1 bilhão. De acordo com os relatos, o Waze irá fornecer dados de mapeamento e de trânsito para o novo app de caronas chamado RideWith.

O serviço irá conectar passageiros e motoristas de acordo com sua localização e com o destino desejado por ambos. No entanto, ao contrário do polêmico Uber, os motoristas não serão capazes de ganhar a vida com o RideWith, uma vez que receberão apenas um pequeno pagamento dos passageiros com base na distância percorrida e uma taxa de manutenção do carro.

Além disso, os motoristas serão limitados a duas viagens por dia – como uma carona de ida e volta para o trabalho, por exemplo – e cada viagem poderá ser paga com o auxílio do aplicativo do Google, que ficará com 15% do valor de cada corrida. A ideia do Google de focar no compartilhamento de veículos e não em se tornar um substituto para os táxis foi bem esperta, tendo em vista que isso ajudará a empresa a evitar os problemas regulatórios que têm assolado o Uber – inclusive no Brasil.

Inicialmente, o RideWith será lançado em três cidades israelenses: Tel Aviv, Ra’anana e Herzliya, mas a empresa planeja expandir o projeto piloto para outras partes de Israel se os testes inicias forem bem-sucedidos. "Estamos conduzindo pequenos testes privados na região de Tel Aviv para um conceito de caronas, mas ainda não temos nada além disso para anunciar neste momento", disse um porta-voz do Waze à agência de notícias Reuters.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.