Google lança ferramenta para consulta de informações sobre doenças no Brasil

Por Rafael Romer | 09.03.2016 às 15:45 - atualizado em 09.03.2016 às 17:37

O Google disponibilizou a partir desta quarta-feira (9) no Brasil uma nova ferramenta para consulta de informações sobre doenças, com o objetivo de trazer resultados mais precisos para as buscas relacionadas a saúde no site. O Brasil é o segundo país do mundo a receber a plataforma, que foi lançada pela primeira vez nos Estados Unidos, no ano passado.

A partir de hoje, qualquer condição médica buscada na plataforma, além dos resultados normais, trará um "painel" destacado ao lado direito da página com as características mais importantes da doença. No painel, usuários poderão encontrar informações como vetores de transmissão, sintomas mais comuns, faixas etárias e gênero mais afetados, entre outras orientações médicas gerais.

As informações disponibilizadas nos painéis são coletadas pelo próprio Google através de uma série de algoritmos e, em seguida, avaliadas e aprovadas por um time de médicos através de uma parceria entre a empresa e o Hospital Albert Einstein, de São Paulo.

Os painéis também poderão ser atualizados com alertas de saúde pública divulgados por órgãos governamentais de saúde. Esse é o caso do painel do Virus Zika, por exemplo, que já está ligado diretamente ao Ministério da Saúde para receber informações em tempo real sobre o atual surto da doença.

De acordo com a empresa, 5% de todas as pesquisas feitas por usuários dos Google têm alguma relação com saúde. Ainda assim, os resultados orgânicos colocados no topo das buscas nem sempre são os mais precisos do ponto de vista médico, o que pode acabar gerando desinformação ou até preocupação entre usuários.

"Em 2013 nós trabalhamos com um conjunto de buscas com as quais os internautas não estavam satisfeitos com o resultado que o Google estava entregando. Todas eram da área de Saúde", comentou o Engenheiro de Buscas do Google Brasil e responsável pelo projeto, Frederico Quintão.

Segundo Quintão, os problemas com os resultados de buscas sobre doenças costumam ser causados por três motivos principais: a complexidade de textos acadêmicos médicos que podem surgir entre os resultados; A credibilidade duvidosa dos sites a aparecerem nas buscas; e por fim, a falta de informações sobre doenças comuns e excesso de dados sobre doenças raras na internet.

"Ninguém escreve um post sobre 'como venci a amidalite'", brincou Quintão. "Essa é uma propriedade de como a web evoluiu nos últimos 20 anos, ela tem uma tendência de falar o que é assustador, do que é crítico, o que é sério".

Google Health

Acesse a página principal do buscador, faça sua pesquisa e pronto: o painel aparecerá.