Google está transformando Hangouts em novo rival do Slack

Por Redação | 12 de Março de 2017 às 14h30
photo_camera Google

Desde o lançamento do novo serviço de mensagens instantâneas Allo, o Hangouts parecia relativamente abandonado pelo Google. Além de uma indicação vaga de que o aplicativo deveria ser redirecionado para o setor corporativo, a gigante de buscas parou de falar sobre o futuro da plataforma e não implementou grandes atualizações ao serviço.

Neste domingo, no entanto, a empresa finalmente revelou o nova cara do serviço em um update, que agora transforma o Hangouts em um aplicativo de colaboração e produtividade e em um potencial novo rival para o popular Slack.

Entre as novas funções está o Hangouts Chat, que permite a criação de janelas de conversa em grupo onde membros poderão citar outros participantes pelo nome e organizar discussões por temas – ambas funções existentes no Slack.

A grande diferença aqui é que as funções serão conectadas à suite de aplicações de produtividade do Google GSuite, o que significa que arquivos do Google Drive compartilhados dentro do Hangouts poderão ser automaticamente lidos e/ou editados pelos participantes, com as respectivas permissões necessárias.

O chat reformulado também terá suporte aos scripts do Google Apps e a chat bots terceiros, como Asana e Zendesk. Na prática, isso permitirá funções como marcar uma reunião automaticamente: basta digitar "Meet" ("Encontro", em inglês) no chat e os scripts do Google varrerão as agendas de todos os participantes para escolher um horário em que todos estejam disponíveis.

A aplicação também inclui agora o chamado "Hangouts Meet", um serviço de videoconferência que é similar ao antigo serviço de chamadas de vídeo do Hangouts, mas agora com uma atualização que permite que as conversas aconteçam sem que seja necessário instalar nenhum puglin em navegadores. Durante as conversas, participantes terão ainda acesso à uma quadro virtual compartilhado para anotações coletivas e apresentações.

Ambas soluções corporativas do Hangouts só estarão disponíveis para assinantes do serviço GSuite. Os serviços devem começar a chegar a partir desta semana para participantes do programa "Early Adopter" da plataforma, mas ainda não têm data definida para lançamento oficial.

Via: Ars Technica

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.