Google é multado em R$ 50 mil por exibir fotos do cantor Cristiano Araújo morto

Por Redação | 08.07.2015 às 14:42
photo_camera Divulgação

E a tragédia envolvendo a morte do cantor sertanejo Cristiano Araújo continua dando o que falar. Depois de imagens e vídeos do corpo do artista terem vazado e sido amplamente divulgadas nas redes sociais, a Justiça brasileira multou o Google em R$ 50 mil pelo descumprimento da ordem de remover esse conteúdo do seu sistema de buscas.

A decisão foi tomada pela juíza Denise Gondim de Mendonça, da 5º Vara Cível do Tribunal de Justiça de Goiás, após negar o pedido de recurso da empresa. Segundo ela, a companhia está agindo de má-fé ao apelar para novas instâncias da lei e, com isso, continuar exibindo as imagens consideradas proibidas.

No último dia 25 de junho, uma determinação judicial exigia que a companhia removesse todas as fotos e vídeos feitos indevidamente durante a preparação do velório do cantor. Todo esse material foi divulgado por grupos de WhatsApp, mensagens em redes sociais e acabou chegando a sites e blogs de fofoca — o que gerou revolta entre os fãs e familiares de Cristiano Araújo. Os responsáveis pelos vazamentos já estão respondendo criminalmente.

De acordo com a assessoria do Google, a empresa vai recorrer mais uma vez da decisão, principalmente pelo fato de ela estar sendo punida injustamente. Conforme divulgado em nota, a companhia não ignorou nenhuma ordem judicial, uma vez que ela não foi informada de quais endereços deveriam ser removidos do sistema de busca. De acordo com o Marco Civil da Internet, esse tipo de exigência deve vir acompanhada das URLs, o que não foi o caso.

Ainda assim, o Google diz que já retirou vários vídeos relacionados à morte do cantor sertanejo no YouTube e que foram denunciados pelos próprios usuários.

Via: R7