Google é a primeira companhia de internet a prestar serviços em Cuba

Por Redação | 27 de Abril de 2017 às 14h47
photo_camera Divulgação

Anunciado no fim do ano passado, o plano da Google de levar acesso à internet aos cubanos finalmente se tornou realidade. Conhecido como um dos países mais fechados do mundo, Cuba abriu as portas para a gigante norte-americana depois de negociações feitas entre Barack Obama e Raúl Castro.

Com servidores instalados na ilha, agora os cubanos terão uma significativa melhora na velocidade de conexão. Antes da nova infraestrutura, os dados precisavam viajar por cabos submarinos da Venezuela até Cuba, o que gerava conexões extremamente lentas.

De acordo com Doug Madory, diretor da Dyn Research, responsável por noticiar a abertura dos servidores, a novidade "é um marco, porque esta é a primeira vez que uma empresa de internet estrangeira resolveu hospedar-se em Cuba".

Apesar do fato de a Google se tornar a primeira empresa estrangeira de internet a servir Cuba, o controle sobre conteúdos disponíveis por parte do governo deve continuar. Atualmente, a população da ilha tem sérias dificuldades para navegar na web, já que há restrições para que as pessoas tenham conexão em suas próprias residências.

Em geral, as conexões são feitas a partir de instituições de educação, locais de trabalho ou pelos pontos públicos com Wi-Fi. De qualquer maneira, o movimento mostra que Cuba está abrindo caminhos para a modernização.

Leia também: Cuba: abertura revela esquema bizarro de acesso a conteúdo na internet

Via O Globo

Instagram do Canaltech

Acompanhe nossos bastidores e fique por dentro das novidades que estão por vir no CT.