Google contrata Chris Poole, fundador do 4chan

Por Redação | 09.03.2016 às 13:40

Christopher Poole, mais conhecido por muitos como "moot", anunciou que vai trabalhar no Google. Chris, que é fundador dos sites 4chan e Canvas, divulgou a notícia em sua página no Tumblr, enquanto Bradley Horowitz, vice-presidente de produtos do Google+, confirmou a novidade por meio de seu perfil da rede social.

"Eu não posso esperar para contribuir com minha própria experiência de quase doze anos construindo comunidades online e começar o próximo capítulo da minha carreira nessa incrível companhia”, afirmou Moot em seu blog.

Poole fundou o 4chan em 2003, originalmente como um hub de compartilhamento de imagens para fãs de animes e mangás. Ao longo do tempo ele passou a ser associado a conteúdos pornográficos, preconceituosos, racistas, mas também tinha espaço para memes divertidos e outras coisas do tipo.

No entanto, o que realmente popularizou o nome do 4chan foi o grupo hackitivista Anonymous, que usada a plataforma como uma espécie de ponto de encontro e tornou-a conhecida como o "berço" da equipe.

Em meados de 2015, Poole deixou o site após alguns incidentes notórios que caíram na boca do povo: o vazamento de fotos íntimas da atriz Jennifer Lawrence e a campanha contra sexismo nos videogames chamada de "Gamergate".

Poole ainda não deu muitas pistas sobre exatamente o que vai fazer no Google. Porém, rumores dão conta de que ele pode ser responsável por ensinar à gigante da web como construir uma comunidade em torno de um produto, e não apenas uma base de usuários. Talvez isso possa ajudar o Google+ a engrenar (ou não).

De qualquer forma, o jovem empresário está feliz com o novo emprego. "Quando encontro Googlers atuais e antigos, eu sempre me sinto atraído pela sua inteligência, paixão e entusiasmo – bem como seu desejo universal de compartilhar com os outros. Também estou impressionado com o compromisso do Google em permitir que essas mesmas pessoas talentosas resolvam alguns dos problemas mais interessantes e importantes do mundo", escreveu Poole.

Via Tech Crunch