Google celebra Mês do Orgulho LGBT com parada gay virtual

Por Redação | 23.06.2015 às 16:33
photo_camera Divulgação

O Google é uma das empresas que sempre se posicionou em favor dos direitos da comunidade LGBT. E neste ano não será diferente: faltando poucos dias para as celebrações da Parada do Orgulho de São Francisco, nos Estados Unidos, a companhia lançou várias customizações no Androidify, serviço online que permite a montagem de personagens baseados no robô verde, símbolo do Android.

Os novos acessórios e roupas da plataforma são específicos da data, e poderão ser usados na Parada Online do Orgulho Global, a #AndProud, que vai permitir aos internautas do mundo todo "celebrar o orgulho juntos", segundo a gigante das buscas. Você poderá vestir seu avatar com as cores do arco-íris e itens especiais, e as melhores criações até o dia 27 de junho serão exibidas em telões durante as Paradas que acontecerão no mundo real.

Vale lembrar que, além de São Francisco, cidades como Londres e Nova York farão suas paradas contra o preconceito e a homofobia. Nesses locais também haverão os telões do Google, que irão mostrar os melhores avatares desenvolvidos no Androidify nos dias 27 e 28 de junho, quando acontecem as celebrações.

Outra novidade é que diversos artistas apoiadores da causa LGBT usarão a hashtag #AndProud como forma de apoio ao movimento. Entre elas estão Tom Daley, Jessie J, Sir Ian McKellen, Conchita Wurst, Sam Smith, Kylie Minogue, Tyler Oakley e Jesse Tyler Ferguson. Além disso, são esperadas algumas alterações nos visuais dos principais produtos do Google em suporte ao público e às causas, incluindo a página de busca e o próprio Android.

É interessante notar em como o Google tem apoiado grupos que necessitam de mais espaço e voz, tanto na internet quanto no mundo real. No ano passado, durante os Jogos Olímpicos de Inverno em Socchi, a empresa criticou a legislação russa contra as minorias LGBT. A companhia também fez uma campanha na Copa do Mundo realizada no Brasil, a #ProudToPlay, em que reuniu diversos atletas para pedir o fim da discriminação contra homossexuais e pessoas trans no futebol.

Na última semana, a empresa lançou um comercial para comemorar o Mês do Orgulho LGBT em que retrata a história de um homem transgênero e como uma academia o ajudou em sua transição de um corpo feminino para masculino.

Fonte: Google