Google Cast, Chromecast, Google Home: afinal, o que é o quê?

Por Redação | 23.11.2016 às 22:22
photo_camera BRUNO HYPOLITO / CANALTECH

O Google resolveu substituir alguns detalhes bastante confusos relacionados à nomenclatura do Chromecast e do Google Cast no que tange aparelhos de terceiros. Agora, a empresa vai deixar de promover o nome Google Cast que estampava alguns dispositivos, ou seja: televisores ou sistemas de áudio que suportarem o periférico do Google trarão apenas os dizeres "Chromecast Built-in" (Chromecast embutido).

De certa forma, a decisão faz sentido. O nome Chromecast é muito mais conhecido pelos usuários do que Google Cast, portanto vai ficar mais fácil para que eles reconheçam que uma TV, por exemplo, conta com suporte ao dongle de streaming da empresa.

Por outro lado, o Google parar com o troca-troca tão frequente de nomes de seus produtos e serviços. Se puxarmos pela memória, o Chromecast (dispositivo e aplicativo) já mudou de nome para Google Cast (protocolo, novo nome do app e o branding para TVs e caixas de som) e, agora, passa a ter uma nova divisão, sendo Chromecast o dongle propriamente dito e Google Home o novo nome do aplicativo. Sim: o antigo Google Cast trocou de nome de novo e, desta vez, parece ser definitivo. E antes que você pergunte, Google Cast agora é o nome apenas do protocolo.

Seja como for, no fim das contas o nome Google Cast vai ser extinto pela empresa quando o assunto for o dongle ou o aparelho que o suporta. Gigantes como Toshiba e Philips já começaram a usar o "Chromecast built-in" em seus televisores e caixas de som. Já o Google acaba de renomear a conta do Google Cast no Twitter: agora, ela se chama Chromecast. Confuso, não?

Via GSM Arena