Google Assistant para iPhone e iPad deve ser anunciada esta semana

Por Redação | 16.05.2017 às 10:18 - atualizado em 16.05.2017 às 13:12

O mercado de assistentes virtuais parece que vai se tornar ainda mais competitivo, com rumores apontados para o lançamento da Google Assistant também para iOS. O sistema, integrado de forma direta ao Android, estaria sendo preparado para iPhones e iPads com anúncio já para esta quarta-feira (17), quando começa a Google I/O 2017, conferência da gigante voltada para seus desenvolvedores.

O lançamento estaria previsto, inicialmente, para os Estados Unidos, com a assistente de voz funcionando somente em inglês. Isso facilitaria a chegada a outros países que falam o idioma, que seriam adicionados na sequência, antes de outras linguagens ao redor do mundo, em um cronograma de lançamento que deve contemplar diferentes nações até o final do ano.

Assim como acontece com outros softwares do tipo que não são integrados diretamente ao sistema operacional, algo que não é possível no iOS, a nova solução dará acesso apenas à assistência de voz para pesquisas ou interação por chat, de forma semelhante ao que existe no Allo, por exemplo. Chamado apenas de Google Assistant, o app, claro, seria gratuito, com liberação para os usuários durante a própria conferência.

Internamente, a Google teria grandes planos com o lançamento da solução e desejaria fazer frente à própria Siri, que já funciona há anos no iOS e, justamente por sua ligação ao sistema operacional, tem muito mais funcionalidades. O objetivo final, como no caso do lançamento de diversas outras soluções da gigante das buscas, é mostrar o que há de bom no Android e motivar uma possível troca de ecossistema no futuro.

A Google não comentou sobre os rumores, mas recentemente anunciou o lançamento de um SDK para seu assistente de voz, de forma que desenvolvedores de aplicativos também possam utilizar seus recursos. A atitude teria a ver com o lançamento da Assistant para iOS, levando o sistema a ainda mais usuários de forma a incentivar produtores de app a utilizarem a integração.

Fonte: Android Police