Google Assistant no Allo agora está completamente localizado para o português

Por Rafael Romer | 05 de Dezembro de 2016 às 13h44

Quase três meses após seu lançamento oficial nos Estados Unidos, o Google anunciou nesta segunda-feira (5) a chegada da versão completamente localizada do assistente do serviço de mensagens instantâneas Allo no Brasil.

Agora, usuários do app poderão interagir em português brasileiro com o Google Assistant através de texto e voz, seja em janelas de chat individuais ou em grupo dentro do Allo.

Entre os comandos que podem ser dados ao assistente estão tarefas de produtividade, como marcar um alarme ou ligar para contato, ou buscas rápidas no Google, para informações sobre o tempo ou localidades. Além disso, assim como com a Siri e Cortana, o Google Assistant também pode bater um papo descompromissado com o usuário, respondendo perguntas pessoais ou de entretenimento.

Ainda assim, por enquanto fica de fora do Google Assistant nacional a integração com aplicativos terceiros instalados no smartphone do usuário. Isso significa que brasileiros ainda não poderão, por exemplo, pedir um Uber através do Allo - como já ocorre na versão em inglês do app. A empresa promete que "em breve" a integração deverá estar por aqui, mas não confirma uma data para a atualização.

Odete Roitman

O processo de localização do assistente, internamento apelidado de Gbot, durou cinco meses e foi realizado pela equipe da empresa em Belo Horizonte, incluindo o trabalho de um time de engenharia apoiado por linguistas. Em setembro, uma versão prévia do assistente em português brasileiro foi lançada, mas ainda longe de compreender completamente o linguajar brasileiro.

Por isso, com o lançamento completo, o serviço agora não só dá suporte à língua portuguesa, mas também entende elementos culturais e regionalismos brasileiros. Experimente, por exemplo, perguntá-lo "quem matou Odete Roitman?" ou "vou negando as aparências".

Além da "abrasileirada" linguística, o app agora também terá alguns novos stickers brasileiros, incluindo o de uma cobrinha "falsiane" e de um pote de açaí. A partir do ano que vem, a empresa deve fechar novas parcerias com empresas locais para o desenvolvimento de ainda mais stickers localizados.

Com o lançamento público, a expectativa é que o assistente continue evoluindo com a interação de mais e mais brasileiro com a plataforma, aprofundando seu conhecimento do idioma e da cultura local.

"No lançamento, é provavelmente vai ter muita coisa que não vai fazer sentido no assistente, mas com o tempo ele vai melhorar", explicou Valdir Leme, líder de Marketing do Google Brasil, ressaltando a presença de um sistema de feedback para usuários informarem respostas incorretas do assistente.

O Allo é a aposta do Google para bater de frente com serviços como o Whatsapp, Telegram e Facebook Messenger na briga por usuários de mensagens instantâneas. A empresa, no entanto, não planeja nenhuma ação específica para estimular a adoção do serviço no país e aposta que a integração com o Google Assistant atraia atenção o suficiente para a migração de brasileiros para o aplicativo.

Por ora, o Allo deve continuar coexistindo com outros apps de mensageiria do Google, como o Hangouts, voltado para uso corporativos, e o Messenger, de mensagens de texto SMS. Ainda assim, vale lembrar que nos novos smartphones Pixel, o Hangouts já vem desabilitado de fábrica, dando espaço para a dupla Allo e Duo, indicando que o Google pode ter planos para descontinuá-lo no futuro.

Canaltech no Facebook

Mais de 370K likes. Curta nossa página você!