Google acredita que Maps é o futuro dos assistentes virtuais

Por Redação | 16 de Setembro de 2016 às 17h32

Assistentes virtuais, como Siri e Google Now, estão ficando cada vez mais inteligentes. Na tentativa de oferecer ainda mais potencial para este tipo de ferramenta, o Google divulgou um relatório detalhando seus planos para o futuro do seu assistente pessoal. Para a empresa, num futuro próximo ele será onipresente.

A empresa acredita que tem um grande diferencial para sair na frente de concorrentes como Facebook e Microsoft no lançamento de um recurso capaz de acompanhar o usuário onde quer que seja: sua experiência com dados de mapeamento.

O Google tem acumulado grandes quantidades de dados ao longo dos anos em que seu serviço de mapas atua no mercado. De acordo com a chefe da divisão de mapas da empresa, Jen Fitzpatrick, este será um fator decisivo na criação da assistente virtual do futuro.

Ela acrescenta que, atualmente, sua equipe está desenvolvendo a próxima versão do Google Maps, que terá uma compreensão muito mais detalhada do mundo ao redor, incluindo lojas, restaurantes, hotéis, locais históricos e assim por diante.

Além disso, a equipe também quer personalizar o Maps um pouco mais, dando ênfase às experiências passadas de cada usuário em locais específicos. Dessa forma, será possível mostrar opções mais detalhadas , como: "Google, encontre um bar que aceita animais de estimação e toca jazz em São Paulo".

O Google Maps é o serviço de mapeamento mais utilizado em todo o mundo, mas o Google não dorme no ponto para manter esse título, principalmente com concorrentes como a Apple e a Microsoft trabalhando pesado para ampliar seus próprios serviços de mapas. De qualquer forma, o futuro do Google Maps parece promissor.

Fonte: Bussiness Insider