Gmail vai avisar usuários sobre conexões inseguras

Por Redação | 16 de Novembro de 2015 às 16h38
photo_camera Divulgação

Você pode estar redondamente enganado se acredita que sua comunicação de email é totalmente segura. Pelo menos, não foi isso que apontou um estudo sobre proteção de correio eletrônico realizado pelo Google e que, agora, vai gerar uma série de mudanças na maneira com a qual o Gmail lida com os usuários, avisando-os sempre que uma mensagem estiver sendo anviada por meio de protocolos que não garantem criptografia.

O grande foco da ação é a tecnologia STARTTLS stripping, utilizada em servidores defasados ou mal instalados e que obriga as mensagens a serem enviadas em texto simples, sem encriptação. Assim, elas ficam sujeitas a interceptação e qualquer um que tiver acesso a elas pode ler seu conteúdo sem problema algum.

De acordo com os dados do Google, os alertas deverão ser exibidos com mais frequência para os usuários localizados na África do Sul, Iraque e Tunísia, bem como outros países do Oriente Médio e África, além de, também, pessoas que enviam emails a amigos localizados nestes territórios. É por lá que, de acordo com a empresa, está localizada a maioria dos servidores que utilizam o protocolo.

A Tunísia foi a que apresentou o maior índice de problemas, com 96% de todos os emails enviados ou recebidos sendo obtidos em texto simples. Os números são um pouco menores nos outros territórios, mas ainda assim, representam preocupação, uma vez que a falta de criptografia é justamente uma grande aliada de hackers e agências de governo durante operações de espionagem e roubo de dados. No total global, 61% das mensagens enviadas pelo serviço são criptografadas e estão de acordo com as normas de segurança da informação.

O Google garante que todas as mensagens enviadas entre contas do próprio Gmail, mesmo nestes territórios, estão totalmente seguras, mas não pode dizer o mesmo da outra ponta. O serviço, porém, tem uma baixa penetração por lá, o que significa que a maioria dos usuários está desprotegida.

Fonte: The Register

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.