Funcionários do time de saúde da Apple estão frustrados com a empresa

Por Natalie Rosa | 23 de Agosto de 2019 às 09h39
Reprodução

A Apple conta com uma equipe especial focada nos seus serviços de saúde, mas a relação entre a empresa e os funcionários anda um pouco conturbada. Segundo Christina Farr, da CNBC, o time está em conflito com a companhia devido a visões diferentes de trabalho.

Ao conversar com oito pessoas que estão por dentro da situação, a repórter descobriu algumas questões curiosas, como o fato de que alguns funcionários estão prosperando dentro da corporação, enquanto outros não têm liberdade para desenvolver suas ideias.

Quer ficar por dentro das melhores notícias de tecnologia do dia? Acesse e se inscreva no nosso novo canal no youtube, o Canaltech News. Todos os dias um resumo das principais notícias do mundo tech para você!

A jornalista ainda noticia que alguns funcionários não estão satisfeitos em apenas criar serviços relacionados ao bem-estar e prevenção, como exercícios e meditação. Outros dizem que gostariam de enfrentar tarefas mais desafiadoras, como criar serviços de telemedicina, por exemplo, ou ainda encontrar formas de simplificar o faturamento de seus planos de saúde.

Exame de eletrocardiograma no Apple Watch (Imagem: Reprodução)

Alguns funcionários também citaram o Beddit, um dispositivo de monitoramento do sono adquirido pela Maçã em 2017, afirmando que gostariam de ter trabalhado mais em cima disso.

Pelo menos cinco pessoas já deixaram a equipe desde maio deste ano e vários membros da equipe são liderados por Sumbul Desai, da Universidade de Stanford, que entrou na empresa em 2017.

A Apple vem avançando em seus serviços e dispositivos relacionados à saúde, mas se depender do investimento nesses funcionários que têm condições de contribuir para o crescimento da empresa, o progresso pode ser ainda maior.

Fonte: Business Insider, CNBC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.