Funcionários do time de saúde da Apple estão frustrados com a empresa

Por Natalie Rosa | 23 de Agosto de 2019 às 09h39
Reprodução

A Apple conta com uma equipe especial focada nos seus serviços de saúde, mas a relação entre a empresa e os funcionários anda um pouco conturbada. Segundo Christina Farr, da CNBC, o time está em conflito com a companhia devido a visões diferentes de trabalho.

Ao conversar com oito pessoas que estão por dentro da situação, a repórter descobriu algumas questões curiosas, como o fato de que alguns funcionários estão prosperando dentro da corporação, enquanto outros não têm liberdade para desenvolver suas ideias.

A jornalista ainda noticia que alguns funcionários não estão satisfeitos em apenas criar serviços relacionados ao bem-estar e prevenção, como exercícios e meditação. Outros dizem que gostariam de enfrentar tarefas mais desafiadoras, como criar serviços de telemedicina, por exemplo, ou ainda encontrar formas de simplificar o faturamento de seus planos de saúde.

Exame de eletrocardiograma no Apple Watch (Imagem: Reprodução)

Alguns funcionários também citaram o Beddit, um dispositivo de monitoramento do sono adquirido pela Maçã em 2017, afirmando que gostariam de ter trabalhado mais em cima disso.

Pelo menos cinco pessoas já deixaram a equipe desde maio deste ano e vários membros da equipe são liderados por Sumbul Desai, da Universidade de Stanford, que entrou na empresa em 2017.

A Apple vem avançando em seus serviços e dispositivos relacionados à saúde, mas se depender do investimento nesses funcionários que têm condições de contribuir para o crescimento da empresa, o progresso pode ser ainda maior.

Fonte: Business Insider, CNBC

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.