Fones de ouvido da Samsung simulam movimentos em realidade virtual

Por Redação | 17 de Março de 2016 às 11h40
photo_camera Divulgação

Por meio da realidade virtual, já conseguimos estar em ambientes digitais inteiros que simulam nossa realidade. Mas e se também pudéssemos sentir esse mundo? Essa é a proposta do Entrim 4D, um novo headset desenvolvido pela Samsung e exibido nesta semana no festival South by Southwest, em Austin, Texas (Estados Unidos).

O projeto é de origem do C-Lab, um programa de inovação da fabricante sul-coreana que disponibiliza um tempo livre a seus funcionários para que eles possam fazer criações próprias.

Basicamente, a ideia é permitir que o usuário não apenas veja e ouça o conteúdo de realidade virtual, mas também sentir os movimentos gerados pelos vídeos. Ao contrário da maioria dos fones de ouvido, o Entrim 4D não emite o som para o lado de fora (apesar de também fazer isso), mas envia sinais elétricos para um nervo específico dentro do ouvido que regula equilíbrio e movimento. Com isso, o gadget consegue enganar nosso cérebro e dar a sensação de que estamos nos movendo de verdade.

De acordo com a Samsung, essa técnica consiste na combinação de algoritmos e de uma tecnologia conhecida como "Galvanic Vestibular Stimulation" (GVS, na sigla em inglês), ou estimulação vestibular galvânica. Esse recurso é usado para restaurar o equilíbrio de vítimas de derrames em recuperação, por exemplo, e agora chega ao universo da realidade virtual.

Por meio do GVS, o usuário é capaz de sentir a direção e velocidade dos movimentos do vídeo. Em uma demonstração no festival de Austin, a pessoa é colocada numa demo de corrida de carros em uma pista. Primeiro, ela tem uma experiência tradicional da realidade virtual, sem simulação de movimento. Depois, ele passa pela simulação com o efeito do Entrim 4D, que envia os sinais elétricos para um nervo do ouvido para dar a sensação de movimento.

Richard Nieva, repórter do CNET que utilizou o dispositivo, sugeriu que a tecnologia é inovadora, mas precisa de ajustes. "Testei o Entrim 4D numa corrida de carros. Você realmente se sente como se estivesse em movimento, mas a sensação de enjoo é maior [do que na realidade virtual comum]. O movimento bate com o conteúdo do vídeo, mas você se sente mais dentro de um barco, como se estivesse balançando para frente e para trás, do que numa pista de corrida", disse.

Por conta disso, Yoon Chiyuh, engenheiro de hardware do Entrim 4D, declarou que a sensação causa esse efeito por ser realista. "Quando você está em um carro, você pode sentir tontura", afirmou. Além disso, ele garante que os fones de ouvido são seguros e que foram testados em 1.500 pessoas para aprimorar a experiência a 30 padrões diferentes de movimento. Chiyuh também destacou que é possível ajustar o nível de movimento para tornar a sensação menos intensa e enjoativa.

Pelo fato de ser algo bastante recente para o mercado de realidade virtual, ainda deve demorar um tempo até que a tecnologia do Entrim 4D chegue ao consumidor. Contudo, este é certamente um passo importante para torná-la mais próxima da nossa realidade.

Fontes: Samsung PR, CNET, Engadget

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.