Fitbit e Xiaomi lideram vendas de wearables em 2016, segundo a IDC

Por Redação | 02.03.2017 às 17:03

A Fitbit, desenvolvedora de pulseiras para atletas e praticantes de atividades físicas, ainda é a rainha dos wearables. Segundo relatório da IDC, a empresa encerrou 2016 como a primeira colocada entre as que mais venderam dispositivos vestíveis durante o período, com 22,5 milhões de wearables comercializados e 22% de market share.

Apesar da Fitbit ter vendido mais dispositivos no ano passado, a Xiaomi, em segundo lugar na lista, teve crescimento anual maior, de 31%, contra expansão de apenas 2,4% da Fitbit em relação a 2015. Na terceira colocação aparece a Apple, com 10,7 milhões de wearables vendidos e queda de 7,9% nas vendas. A empresa inclusive foi a única a apresentar recuo nas vendas.

Somando-se todos os dispositivos vestíveis vendidos pela Fitbit, Xiaomi, Apple, Garmin, Samsung e outras fabricantes em 2016, foram comercializadas 102,4 milhões de unidades, número 25% maior comparado aos 100 milhões de dispositivos vendidos no ano anterior.

Considerando apenas o quarto trimestre de 2016, foram vendidos 33,9 milhões de wearables. Ainda de acordo com a IDC, a Fitbit foi a empresa que vendeu mais wearables no período, mas amargou uma queda de 22,7% nas vendas, em relação ao mesmo trimestre de 2015. Já a Xiaomi apresentou crescimento de 96% nas vendas.

Fonte: (Via) Venture Beat