Explosões da Samsung podem ir além do Note 7

Por Redação | 15.09.2016 às 18:14
photo_camera Divulgação

Muito se falou nos últimos dias sobre os problemas da bateria do Galaxy Note 7, da Samsung, que causou explosões em algumas unidades, chegando a casos graves como o da explosão de um carro no qual o dispositivo estava dentro.

Segundo a Comissão de Segurança de Produtos (CSPC), uma espécie de Procon misturado com Inmetro que responde ao governo ianque, investigações estão sendo feitas em outros aparelhos da marca sul-coreana que também tiveram problemas em suas baterias.

De acordo com a Samsung, não há um problema maior envolvendo suas baterias em outros produtos. A empresa afirmou que os diversos relatos de explosões são restritos a problemas de fabricação para o recentemente lançado Galaxy Note 7. Para endereçar este problema, a companhia iniciou um recall do aparelho, inclusive contando com o apoio do governo norte-americano.

Para completar, relatos do canal ABC News mostraram outros seis incidentes ao redor do mundo envolvendo outros aparelhos da fabricante asiática, alguns que chegaram a explodir e ameaçar a integridade física de seus usuários.

Um caso foi em Port St. Lucie, na Flórida, onde uma família afirmou que seu carro pegou fogo quando um S7 estava sendo carregado dentro do veículo. Na Inglaterra, um outro S7 teria superaquecido e derretido na mesa de um restaurante. Por fim, um menino de seis anos nos Estados Unidos alegou ter sofrido queimaduras quando um S4 explodiou enquanto ele assistia vídeos no aparelho.

Em resposta à notícia da ABC News, um porta-voz da Samsung afirmou via e-mail que os rumores de problemas de bateria em outros smartphones da Samsung não procedem. "Estas notícias recentes sobre o problema ir além do Galaxy Note 7 não são verdade", afirmou a companhia.

Via: ABC News.