Executivo da Samsung é acusado de roubar segredos comerciais do Exynos

Por Redação | 22.09.2016 às 20:19

Depois de a Samsung passar por maus bocados com o escândalo envolvendo do Galaxy Note 7, outra conversa vem incomodando a sul-coreana. Desta vez, estão dizendo por aí que um executivo da empresa está envolvido em um esquema ilícito envolvendo o processador Exynos da companhia.

De acordo com um relatório divulgado pela rede de televisão coreana SBS, o tal executivo foi preso pela polícia local, sob acusações de roubar e vender documentos que continham informações confidenciais a respeito de algumas das tecnologias de semicondutores avançados utilizadas no processador para companhias de produtos eletrônicos da China.

Os documentos continham detalhes sobre a tecnologia de 14 nanômetros empregada no Exynos 8890 e até mesmo sobre uma arquitetura de 10 nm que será empregada na CPU do vindouro Galaxy S8 — que, talvez, seja o Exynos 8895. A Samsung já tomou conhecimento das acusações e entrou com uma ação na justiça contra o executivo responsável pelo trâmite clandestino.

Em 2013, um fato semelhante ocorreu na HTC: o vice-presidente de design Thomas Chien foi indiciado por roubar segredos comerciais da empresa, juntamente com outros membros de sua equipe.

Fonte: Daum.net, via SamMobile