Ex-líder do projeto de carro autônomo do Google vai fundar própria empresa

Por Redação | 12.12.2016 às 09:41

Após quatro meses de anunciar sua saída do Google, o ex-líder do projeto de construção do carro autônomo do gigante das buscas, Chris Urmson, que estava à frente da unidade há sete anos e meio, parece estar pronto para voltar à ativa com sua própria empresa de veículos autônomos.

Segundo relataram várias fontes ao site Recode, a nova empresa de Urmson, ainda sem nome definido, vai se concentrar no desenvolvimento de software e hardware para carros sem motoristas. O pacote de tecnologias autônomas poderá então ser vendido a fabricantes de automóveis que querem criar e, em seguida, alterar suas próprias ofertas, de forma não muito diferente de como o Google lançou seus esforços para o Android, com software e hardware móvel.

O que é certo é que Urmson esteve em conversas com engenheiros de empresas como Uber, Apple e Tesla, para se juntar a ele, o que resultaria na criação de um time de técnicos de alto escalão para sua empresa. Embora ele tenha ainda de levantar qualquer financiamento externo, dada a sua forte reputação, uma das fontes disse que "as pessoas vão jogar pilhas de dinheiro em Chris, porque ele é o verdadeiro negócio".

Não é exatamente uma surpresa que Urmson está atacando por conta própria para criar algo novo. Além de ter sido o principal engenheiro que construiu o código que executa o software para o carro autônomo do Google, muitos envolvidos com o mesmo projeto criaram empresas semelhantes ou concorrentes imediatamente após a sua partida. O cofundador do projeto, Anthony Levandowski, por exemplo, fundou sua própria empresa de transporte Otto, adquirida pelo Uber em agosto.

Fonte: Recode