Ex-funcionária da HP é condenada à prisão por desviar cerca de US$ 1 milhão

Por Redação | 25.08.2015 às 15:30
photo_camera Foto: Reprodução

Uma mulher que trabalhava como assistente de um executivo sênior da HP foi condenada na última segunda-feira a 21 meses de prisão depois de se declarar culpada de um desvio de quase US$ 1 milhão da empresa. Além da detenção, ela deverá pagar uma restituição de US$ 954 mil em parcelas de US$ 3 mil à companhia.

Holli Dawn Coulman foi acusada no ano passado e, de acordo com o FBI, permaneceu na HP de 2000 a maio de 2012. Parte da sua função na companhia era gerenciar cartões de crédito corporativos que deveriam ser utilizados para despesas de negócios aprovados. Porém, a mulher usava o dinheiro para "sustentar um estilo de vida extravagante e luxuoso".

Entre os gastos estão inclusos mais de US$ 140 mil em resorts e hotéis, milhares de dólares em passagens aéreas para a Europa e Havaí, compras na Apple Store, mais de US$ 33 mil na loja de motocross BTO Sports e mais incontáveis dólares nas lojas Neiman Marcus e Nordstrom. Segundo o FBI, Coulman ainda usou os cartões de crédito da empresa para pagar dívidas de negócio de mais de US$ 350 mil do seu irmão.

Quando os administradores da HP questionaram os gastos, a funcionária deletou os seus emails, recibos e mensagens falsas ao seu chefe afirmando que as despesas foram autorizadas. Então, ela foi demitida da HP e da empresa seguinte em que começou a trabalhar, depois que esta recebeu uma notificação sobre o inquérito.

Em carta ao tribunal, Coulman diz estar arrependida dos crimes e disse ao juiz que não pode oferecer explicações para as decisões que fez e que mesmo com medo de ir para a prisão, sabe que deve haver consequências.

Fonte: Business Insider