Ex-designers da Apple afirmam que empresa está se afastando dos ideais de Jobs

Por Redação | 17 de Novembro de 2015 às 16h33

Como a maioria das grandes empresas de tecnologia, a Apple conta com uma estrutura extremamente fechada. Nunca sabemos direito o que está acontecendo lá dentro nem de que maneira os trabalhos nos novos iPads, iPhones e Macs estão sendo realizados. Mas agora, uma dura crítica parte de dentro de suas partes internas, quando uma dupla de designers afirmou que a companhia, cada vez mais, se afasta dos ideias de seu fundador, Steve Jobs.

Don Norman e Bruce Tognazzini trabalharam na Maçã por mais de dez anos e estiveram diretamente envolvidos na evolução do iPhone, desde suas primeiras gerações até os modelos atuais. E, para eles, fica claro que, cada vez mais, a Apple está focada no estilo e estética de seus aparelhos, deixando de lado a facilidade de uso e a agilidade, que para Jobs, eram os principais atributos de qualquer produto da companhia. É o famoso “It just works”, ou “simplesmente funciona”, sem a necessidade de configurações ou instalações adicionais.

Eles citam, por exemplo, funcionalidades como a função “desfazer”, nada intuitiva e que exige que o usuário chacoalhe o aparelho com força, ou o tamanho reduzido de fontes e elementos na tela, que leva muita gente a ativar opções dedicadas a deficientes visuais. Ou, ainda, o que afirmaram ser uma “supersimplificação” no design, com o intuito de tornar as coisas mais fáceis e rápidas, mas que no fim das contas, acabou tornando tudo mais difícil.

O resultado disso são dados de telemetria que mostram que, cada vez mais, o iPhone se torna mais um objeto de ostentação e menos um produto de tecnologia avançada. Cada vez mais usuários utilizam apenas as funções mais básicas dos aparelhos e passam longe de todo o seu potencial. Para a Apple, acreditam eles, a ideia é que os usuários estão mais “burros”, quando na verdade, deixam de aproveitar a entrada de toda uma gama de novos clientes para fisgá-los por meio de função, e não de forma.

Norman e Tognazzini apontam um “culpado” para tudo isso – Jony Ive, designer que foi promovido à função de diretor de design e hardware da Apple após o falecimento de Steve Jobs. Para a dupla, o foco apenas nos atributos físicos pode acabar tendo um preço alto no longo prazo, já que vem em detrimento do conteúdo. Conquistar clientes por meio desse aspecto é difícil, e reconquistá-los depois de perdê-los pode ser ainda pior.

Fonte: Fast Company Design

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.