Estudos mostram quais os melhores mercados de TI para brasileiros no exterior

Por Redação | 15 de Agosto de 2016 às 22h50

Desenvolvida pela Softex em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos (Apex-Brasil), a série de estudos Market Analysis tem por objetivo auxiliar as empresas brasileiras de TI interessadas em ampliar seus negócios no mercado internacional. Para tal, o projeto contempla os mercados estrangeiros com maior potencial para receber as soluções de produtos e serviços “made in Brazil”.

“A falta de informação sobre mercados externos é apontada como principal dificuldade por cerca de 70% das empresas que buscam nosso apoio no processo de internacionalização”, disse Guilherme Amorim, gerente da área Internacional da Softex. Desde o início do ano, foram produzidos 16 relatórios sobre o mercado internacional e um deles abrange a região da América Latina, que apresenta forte demanda em função de similaridades culturais, contando com os países: Chile, Colômbia, México e Argentina — que são mercados bastante receptivos à TI brasileira.

“A identificação dessas peculiaridades aumenta a probabilidade de sucesso quando uma empresa brasileira chega a um novo país. No caso do Chile, por exemplo, há uma forte demanda gerada pelos vários acordos bilaterais assinados pelo país, o que faz dele uma excelente base para outros mercados”, disse ainda Amorim. “Além disso, o Chile também é muito receptivo para vendas governamentais”, completou.

Mas não é somente a região latino-americana que está aberta para a produção brasileira de TI: a América do Norte e a Europa também podem absorver nossa produção. Essas regiões também fazem parte dos estudos, que estão gratuitamente disponíveis para leitura em uma versão resumida, enquanto as informações mais detalhadas são acessíveis para quem se associar ao Projeto.

Os relatórios, que foram produzidos com base em informações exclusivas de institutos de pesquisa como Gartner, Euromonitor e Forrester.

Fonte: Softex

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.