Estimativas apontam que Apple venderá cerca de um milhão de iPads Pro por mês

Por Redação | 25 de Novembro de 2015 às 18h13
photo_camera Divulgação

O banco de investimento RBC Capital Markets divulgou uma nota na qual prevê que a Apple vai vender três milhões de iPad Pro após o seu lançamento em novembro. O número estima ainda uma média de um milhão de tablets por mês.

O principal objetivo do iPad Pro, lançado há cerca de dois meses, é impulsionar as vendas globais da linha de tablets da Maçã, que tem apresentado uma queda dramática nas taxas de adoção nos últimos anos. No 3º trimestre deste ano, as vendas caíram para menos de 10 milhões.

O RBC afirma que a Apple vai ter US$ 200 de lucro em cada iPad Pro vendida, o que vai resultar em uma receita total de US$ 2,4 bilhões e lucro total de US$ 600 milhões. O preço dos novos iPad começam em US$ 799 e o modelo é destinado a profissionais criativos e empresas. Para efeito comparativo, a Microsoft gerou US$ 888 milhões em receita a partir da sua linha de tablets Surface no 3º trimestre de 2015.

Durante seu lançamento, o iPad Pro foi descrito pela Apple como "a maior novidade na história do iPad desde o primeiro tablet lançado pela empresa". São 12,9 polegadas distribuídas em um display com 2.732 x 2.048 pixels de resolução, além de contar com 5,9 milhões de pixels.

Fonte: Business Insider

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.