Estados Unidos comemoram primeiro transplante de pênis bem sucedido no país

Por Redação | 17 de Maio de 2016 às 22h54

Nesta segunda-feira (16) foi realizado o primeiro transplante peniano dos Estados Unidos. O feito foi conquistado por cirurgiões do Hospital Geral de Massachusetts, em Boston, e a expectativa é de que a técnica possa ser utilizada para ajudar, por exemplo, soldados gravemente feridos.

A cirurgia foi feita em um paciente chamado Thomas Manning, de 64 anos, que teve seu pênis removido em 2012 por conta de um câncer. De acordo com as informações divulgadas, o homem passa bem e não está dando sinais de rejeição ao órgão.

O procedimento durou cerca de 15 horas, e se tudo continuar correndo bem, Manning recuperará a função urinária e sexual dentro de algumas semanas. Em um comunicado, o paciente afirmou: "Hoje eu comecei um novo capítulo cheio de esperança pessoal e para outros que sofreram lesões genitais, especialmente para os nossos soldados que colocam suas vidas em risco e sofrem graves danos como resultado."

A preparação para o transplante durou aproximadamente três anos, e para isso Manning passou por exames psicológicos rigorosos. Todo o trabalho foi realizado por uma grande equipe, composta por dezenas de especialistas em cirurgia plástica e reconstrutiva, urologia, psiquiatria, doença infecciosa, enfermagem e serviço social.

Apesar da novidade ser animadora, a equipe de Boston não foi a primeira a realizar um transplante peniano de forma satisfatória. Segundo informações, uma equipe de cirurgiões da África do Sul realizou o que se acredita ser o primeiro transplante de pênis bem sucedido do mundo em 2014. Em pronunciamento, a Universidade Stellenbosch, responsável pela cirurgia, afirmou que o paciente tinha recuperado totalmente as funções a partir do órgão transplantado.

Fonte: USA Today

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.