Ericsson e Apple fecham acordo de patentes e resolvem litígios

Por Redação | 21.12.2015 às 16:58

A Ericsson, fabricante sueca de equipamentos de telecomunicações móveis, anunciou a assinatura de um acordo de licença de patentes com a Apple, colocando fim a uma disputa judicial que durou um ano. A Ericsson não especificou o quanto iria ganhar com o negócio, mas estima que a receita global de direitos de propriedade intelectual da empresa em 2015 teria atingido entre 13 a 14 bilhões de coroas suecas, cerca de US$ 1,52 a US$ 1,64 bilhões.

Este número estimado inclui os efeitos positivos do acordo com a Apple. Com isso, a empresa conseguiu um aumento considerável em relação a 2014, quando chegou a 9,9 bilhões de coroas suecas. O banco de investimentos ABG Sundal Collier disse em nota aos clientes que acredita que a Ericsson cobrou da Apple em torno de 0,5% de suas receitas em iPads e iPhones.

O Diretor Chefe de Propriedade Intelectual da Ericsson, Kasim Alfalahi, disse que o acordo foi amplo, abrangendo a última geração da tecnologia móvel, a 4G-LTE, bem como as anteriores tecnologias, como 2G e 3G. "Isso significa que podemos continuar a trabalhar com a Apple em áreas como a rede 5G e a otimização de redes", disse Alfalahi. O executivo não deu detalhes financeiros sobre o acordo.

Em janeiro, a Ericsson apresentou uma queixa contra a Apple sobre o pagamento de licenças de tecnologia móvel, respondendo uma ação movida pela fabricante do iPhone naquele mesmo mês. Os analistas haviam estimado na época que a Apple teria de pagar entre 2 a 6 bilhões de coroas suecas anualmente, tendo como base o número de vendas de aparelhos celulares e pagamentos de royalties. A Apple não emitiu nenhum comunicado sobre o acordo com a Ericsson.

Via Reuters

Fonte: http://www.reuters.com/article/us-ericsson-apple-idUSKBN0U40MT20151221