Engenheiros preferem deixar Apple do que terem de criar backdoor no iOS

Por Redação | 18 de Março de 2016 às 09h25
Tudo sobre

Apple

Dado o perfil trágico das circunstâncias que rodeiam o caso de San Bernardino, o governo ainda insiste que a Apple deve criar alguma forma de possibilitar que a polícia tenha acesso as informações vitais para futuros casos. No entanto, a companhia continua firme em sua postura de não oferecer informações de seus usuários, independente de quem for. Mas, caso isso aconteça, o FBI pode ter um problema a mais para obter cooperação dos funcionários da Maçã: vários funcionários da empresa, tanto antigos quanto atuais, já estão ponderando deixar a empresa caso a exigência de quebra de segurança aconteça.

Este é um cenário de pior caso, mas que poderia tornar os planos do FBI um caos. A Apple já explicou a quantidade de recursos humanos que seriam necessários para criar o que é ironicamente chamado de "govtOS". O número de pessoas envolvidas para garantir que o iOS funcione bem vai além de apenas 10 funcionários. Além de ter uma grande equipe para produzir o que a agência federal deseja, há a necessidade deles cooperarem com o trabalho da polícia.

Cupertino argumenta que o governo está forçando-a a executar uma ação que fere profundamente seus princípios fundamentais – alguns até compararam o caso a obrigar um médico a quebrar seu juramento. Diante de uma situação tão terrível, alguns dos funcionários da corporação se recusam a fazer o trabalho, preferindo sair da empresa. Essas pessoas não iriam sair por muito tempo, especialmente tendo em vista as circunstâncias pela qual saíram.

Assista Agora: Nunca mais contrate funcionários para sua empresa! Comece o ano em uma realidade completamente diferente!

Nesse caso, os funcionários poderiam ser presos por desacato se os tribunais considerarem o ato como manobra para não cumprir a decisão judicial. No entanto, será mais uma rodada do caso que envolveria tempo e dinheiro governamental. É claro que este é um cenário que ainda precisa acontecer. E, mesmo assim, o governo pode ter outro recurso para utilizar. Em sua resposta legal para a Apple, as autoridades já insinuaram a possibilidade de exigir que a fabricante de iPhones entregue o código fonte do iOS. Isso só aconteceria, é claro, se eles conseguissem uma decisão favorável no tribunal.

Fonte: SlashGear

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.