Empresas do setor financeiro ganham novas aliadas em compliance: as RegTechs

Por Redação | 02 de Junho de 2017 às 12h07
photo_camera DepositPhotos

Enquanto surgem uma média de 200 mudanças regulatórias diariamente, as chamadas RegTechs, startups que atuam no setor de governança corporativa e compliance, fornecendo soluções que reduzem custos e riscos corporativos, surgem para ajudar as empresas do segmento financeiro a cumprir sua conformidade.

Nesse mercado, a principal diferença entre os provedores tradicionais e as soluções ofertadas pelas RegTech é a agilidade. Embora as soluções tradicionais sejam robustas e projetadas para cumprir os requisitos específicos, elas podem ser inflexíveis e exigem desenvolvimento ou configuração em um idioma proprietário para aprimoramentos ou mudanças.

Entre as novas soluções do setor está a automação de processos. Usando análise de dados e aprendizado de máquinas para vincular pontos de conformidade a áreas de negócios chave, é possível apontar para os riscos em tempo hábil, reduzindo assim a necessidade de verificações e intervenções manuais. Dessa forma, as novas ferramentas superam em muito as capacidades humanas em termos de velocidade e o número de transações que podem ser monitoradas, o que resulta na recuperação de grandes somas de dinheiro.

Mercado promissor

Os gastos do setor financeiro para as áreas de governança corporativa, risco e compliance somaram mais de US$ 78 bilhões (mais de R$ 242 bilhões) em 2015. Desses, US$ 31,8 bilhões foram em tecnologia.

E o valor está crescendo. Relatório da Let’s Talk Payments (LTP) prevê um gasto global com RegTech de US$ 54,3 bilhões em 2020, de um total de US$ 118,7 milhões em despesas nas áreas de governança, risco e compliance.

Fonte: Startse

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.