Empresa poupa 30% de energia com ajuda da Intel

Por Redação | 21 de Janeiro de 2016 às 14h05

Um trabalho conjunto entre a Intel e a Mandic Cloud Solutions foi responsável por uma redução de 30% nos gastos energéticos da companhia que fornece soluções de computação nas nuvens. A economia aconteceu por meio do uso de um sistema de otimização dos servidores.

Disponível em infraestrutura da família Xeon, da Intel, o recurso é capaz de reconhecer todo o parque instalado e trabalhar o consumo de energia watt a watt, de forma que cada unidade seja melhor aproveitada sem perda de performance. Ao lado desse sistema, estava também o software Open Manager Power Center, da Dell, que também regula a temperatura e performance dos servidores de forma a minimizar o gasto de energia.

De acordo com os dados revelados à imprensa, o uso das soluções combinadas permitiu que a Mandic não apenas economizasse quase um terço da eletricidade gasta anteriormente, mas também ampliasse em 40% a capacidade de ocupação dos racks instalados. Com o acompanhamento no desempenho, principalmente, veio também um ganho de disponibilidade, uma vez que o risco de interrupções no serviço foi minimizado.

Esse último aspecto, inclusive, foi um dos principais focos do trabalho, nas palavras da própria Mandic. A empresa, hoje, tem a totalidade de seu negócio baseada em computação nas nuvens, ou seja, precisa de servidores funcionando o tempo todo. Sendo assim, mais eficiência, economia e, principalmente, confiabilidade eram as palavras de ordem durante toda a otimização.

Toda a mudança durou cerca de um mês e meio, com as duas primeiras semanas dedicadas à instalação da operação. Depois, ao longo de 30 dias, os especialistas da Mandic e da Intel iniciaram um processo de coleta de dados e informações que, mais tarde, geraram os parâmetros de gerenciamento e otimização da infraestrutura, obtendo os resultados apontados.

Fonte: Intel

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.