Empresa por trás de Pokémon GO quer investir mais em realidade aumentada

Por Redação | 13.07.2016 às 23:15

Depois do enorme sucesso de Pokémon GO, que lucrou U$ 14 milhões em uma semana e ultrapassou o Tinder em números de usuários, a Unity Technologies, empresa responsável pelo desenvolvimento do jogo, quer investir mais no futuro da realidade aumentada (RA) e realidade virtual (RV) com uma campanha de arrecadação que já coletou US$ 181 milhões.

A Unity é a fornecedora do kit de desenvolvimento de jogos para diversas empresas que já estão inseridas neste universo, como a Oculus Rift, HTC e fabricantes de smartphones. A aposta no futuro destas tecnologias, no entanto, não se baseia apenas no sucesso do jogo. As empresas Digi-Capital, Goldman Sachs e ABI Research preveem que RA e RV devem movimentar de US$ 80 a US$ 120 bilhões até 2020.

A principal razão da Unity se destacar como fornecedora da tecnologia para diversos estúdios é a sua flexibilidade. Com suas ferramentas, é possível criar um jogo ou software uma única vez e exportar para várias outras plataformas e dispositivos com pouco esforço. "A plataforma da Unity revolucionou a indústria de jogos ao autorizar que qualquer estúdio, de alternativos a blockbusters, criasse bons jogos e experiências, monetizando-os com serviços de propaganda e análise", explica Barry Shuler, da empresa parceira e investidora DFJ Growth.

Com sua plataforma de criação única para plataformas diferentes, a Unity já ocupa 31% dos mil jogos mais lucrativos no universo mobile global. Para a empresa, usar a câmera para colocar os pokémon no mundo real é uma realidade aumentada muito básica e só o começo, pois ela pode oferecer muito mais.

Fonte Venture Beat