EMC fabricará tecnologia de armazenamento XtremIO no Brasil

Por Redação | 11 de Junho de 2015 às 11h01
photo_camera Foto: Reprodução

A EMC anunciou que o Brasil começou a fabricar a sua tecnologia avançada em armazenamento, XtremIO. Com esta estratégia, os clientes locais terão acesso a todos os benefícios do Processo Produtivo Básico (PPB), como preços mais competitivos que foram conquistados pela possibilidade de redução do Imposto sobre Produto Industrializado (IPI) e pela maior disponibilidade de estoque.

Carlos Cunha, presidente da EMC Brasil, diz que esta é a quinta linha de produtos com fabricação local iniciada pela companhia. “A importância do mercado nacional é evidente com o aumento de 448% que tivemos nas vendas do XtremIO nas Américas apenas no primeiro trimestre deste ano em relação ao mesmo período do ano anterior”, afirma.

A EMC espera que a fabricação da solução no Brasil não só influencie, mas aumente a busca de empresas de todos os portes por essa infraestrutura, crescendo em 50% as vendas nacionais. Para Luiz Schimitt, líder de vendas da EMC Brasil e Cone Sul, "essa estratégia de mercado fará com que o XtremIO represente mais de 10% do volume total de vendas das soluções de armazenamento tradicionais no país até 2016".

O XtremIO já foi responsável por acelerar em 50% bancos dados e processos SAP, além de incrementar o armazenamento em pelo menos 10 vezes em relação às soluções tradicionais para VDI em clientes nacionais de diversos setores, como telecomunicações, governo, varejo e finanças.

“Este é mais um resultado que alcançamos ao manter o foco constante no mercado brasileiro estando alinhados às necessidades, o que influencia o aumento da demanda desse tipo de solução e também comprova a maturidade do setor”, relata Cunha.

Cunha ainda afirma que "o XtremIO representa o futuro da companhia no mercado de armazenamento, pois resolve, com o melhor custo-benefício, os principais desafios dos clientes que exigem tecnologias disruptivas".

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.