Usuária ganha US$ 10 mil em processo contra Microsoft por update do Windows 10

Por Redação | 27.06.2016 às 16:03

Após uma atualização não autorizada do Windows 10 ser realizada em seu computador, a agente de viagens Teri Goldstein levou a Microsoft à justiça pelas táticas polêmicas de upgrade do seu sistema operacional. A usuária de Sausalito, na Califórnia, ganhou o processo e embolsou a bagatela de US$10 mil.

Goldstein diz que seu computador foi inutilizado e que ela recorreu ao suporte da Microsoft para obter ajuda. Isso não resolveu o problema dela e, então, decidiu tomar outras medidas mais sérias. Ela entrou com um processo contra a Microsoft, pedindo indenização para cobrir faturamentos perdidos e o custo de um computador novo.

Mesmo pagando os US$10 mil, a Microsoft diz que isso não é uma admissão de culpa. A gigante de Redmond afirma que eles fizeram isso para evitar um longo processo judicial e que esse caso tomasse proporções ainda maiores. Entretanto, a empresa ainda está investigando essa suposta atualização indesejada na máquina da pequena empresa de viagens de Goldstein.

Não está claro exatamente como aconteceu o update não autorizado do Windows 10 no computador de Teri, uma vez que a estratégia de upgrade da Microsoft era relativamente tranquila ainda em 2015, quando o sistema foi lançado.

Via: Geek