Easy Taxi lançará serviço estilo Uber em São Paulo

Por Redação | 12 de Julho de 2016 às 15h32
photo_camera Divulgação

O prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) assinou recentemente um decreto regulamentando o funcionando de serviços de caronas como o Uber na capital paulista. Obviamente, não demoraria muito até que outras empresas começassem a atuar no setor, e uma delas é a brasileira Easy Taxi, dona de um dos apps de corrida de táxi mais usados da América Latina.

A nova modalidade se chamará Easy Go e funcionará aos moldes do Uber. Ela já está recrutando motoristas na cidade de São Paulo. Como exige a lei municipal, os candidatos devem apresentar carteira de habilitação profissional, seguro para terceiros DPVAT e Condutáxi ou qualquer outro curso equivalente. Além do que exige a legislação, a Easy Taxi vai realizar vistoria presencial dos veículos pré-selecionados e os motoristas devem também apresentar um atestado de antecedentes criminais. Como no Uber, o Easy Go funcionará apenas com carros privados convencionais

“O serviço de táxi tem uma importância imensa para a população e para nós da Easy Taxi, porém, temos enfrentado cada vez mais a concorrência de novas empresas e novos serviços”, explica o presidente-executivo da companhia Fernando Matias. Citando a existência de consumidores cada vez mais exigentes, que demandam “conforto, praticidade e redução de custos”, ele anunciou nesta segunda-feira (11) o lançamento da nova plataforma.

Segundo informa o site da Revista Época, os passageiros do Easy Go poderão pagar as corridas agendadas com dinheiro ou cartão (débito ou crédito). Ainda de acordo com a publicação, a companhia ficará com 20% do valor total das corridas e venderá créditos pré-pagos para os motoristas, que poderão usá-los para aceitar dinheiro e cartões como forma de pagamento. A expectativa é que o serviço esteja nas ruas assim que contar com uma base mínima de motoristas cadastrados e selecionados — para Matias, isso deve acontecer dentro de uma semana.

Reação dos taxistas

Em quase um dia no ar, o vídeo tem pouco mais de 10 mil visualizações, mas já recebeu mais de 430 votos negativos. Além disso, alguns comentários feitos na publicação registram uma certa indignação por parte dos taxistas, com alguns chegando a clamar por um boicote ao app. Devido à reação negativa, os comentários no vídeo haviam sido suspensos, mas agora já podem ser registrados novamente.

Dado o histórico de aversão dos taxistas ao Uber e aos motoristas parceiros da aplicativo, é de se esperar uma reação semelhante da categoria em relação ao Easy Go.

Fontes: Startupi, Época Negócios

Inscreva-se em nosso canal do YouTube!

Análises, dicas, cobertura de eventos e muito mais. Todo dia tem vídeo novo para você.