Donos de Galaxy Note 7 continuam lutando contra a Samsung na justiça

Por Redação | 07.02.2017 às 10:43 - atualizado em 07.02.2017 às 10:57

Mesmo após conseguir a grande maioria dos smartphones de volta, parece que a Samsung não terá sossego tão cedo em relação ao caso do Galaxy Note 7 explosivo. Um relatório apontou que cinco usuários da Coreia do Sul continuarão suas batalhas judiciais contra a empresa.

Os demandantes, que também tiveram problemas com o Note 7, estão processando a Samsung porque o serviço ao cliente da empresa supostamente os chamou de fraudadores. Eles alegam ter sido acusados de fazer alegações falsas sobre explosões relacionadas ao dispositivo da fabricante com o objetivo de arrancar dinheiro da empresa.

"Os consumidores decidiram tomar medidas legais, já que a Samsung tentou passar a bola para eles nos casos de incêndio e explosão dos dispositivos, recusando-se a oferecer um pedido de desculpas pessoal e sincera", disse um dos advogados responsáveis pelo caso. O primeiro julgamento está previsto para acontecer ainda no primeiro semestre deste ano.

O escritório de advocacia baseado em Seul que está representando os cinco indivíduos no litígio, disse que as probabilidades estão a favor dos demandantes. Há algumas semanas, a Samsung revelou as razões que levaram aos problemas do Galaxy Note 7. Com base em análises de especialistas, a empresa afirmou que dois defeitos distintos nas baterias, com dois fabricantes diferentes, causaram os superaquecimentos e algumas explosões.

A fabricante sul-coreana também está enfrentando ações judiciais coletivas por diferentes grupos de consumidores, na Coreia do sul e no exterior, que estão pleiteando indenizações por perdas e danos.

Via The Investor