De olho na febre Pokémon GO, Sony vai investir "agressivamente" em jogos mobile

Por Redação | 05.09.2016 às 12:13
photo_camera Divulgação

Não foi só nos smartphones que Pokémon Go conquistou milhões. A Niantic, desenvolvedora do game, e a Nintendo, que distribui o título, lucraram mais de US$ 440 milhões desde que o jogo de realidade aumentada foi lançado, há cerca de dois meses. E a Sony, de olho nessa montanha de dinheiro, declarou estar ainda mais atenta ao mercado mobile.

Durante a feira de tecnologia IFA 2016, na Alemanha, o presidente da fabricante japonesa, Kaz Hirai, afirmou que sua empresa entrará de forma "agressiva" na indústria de jogos eletrônicos para celular, seguindo o sucesso estrondoso de Pokémon Go no mundo todo. "[Games mobile] são algo que vamos investir agressivamente. É nossa estratégia não termos um negócio baseado apenas nos consoles de mesa, mas também com foco nos smartphones", comentou.

Hirai ainda disse que o jogo da Niantic é um divisor de águas, e que está "muito interessado que o game tem potencial para realmente mudar a forma como as pessoas se movem, literalmente". O executivo se refere ao fato de que, apesar de ser um título mobile, Pokémon Go exige que o usuário caminhe no mundo real para capturar os monstrinhos no virtual.

Além disso, o chefão da Sony destacou as funcionalidades de realidade aumentada, em que os personagens se sobrepõem através da câmera do aparelho. Para ele, os jogos consolidados da família PlayStation vão se beneficiar das capacidades dessa tecnologia. "É uma grande e inovadora ideia que vai impulsionar todos os setores na indústria de videogames", disse.

Embora não tenha anunciado nada específico, Hirai explicou que pretende trabalhar com o mercado de jogos mobile a partir do zero. "Games para celular são uma parte importante do mercado japonês. Por isso, nós criamos uma subsidiária integral que é completamente dedicada ao desenvolvimento de jogos para dispositivos móveis. Eles serão os responsáveis pelos nossos títulos [mobile]", afirmou.

A subsidiária em questão é a ForwardWorks. Anunciada em março deste ano, a companhia não irá desenvolver franquias inéditas - pelo menos inicialmente -, mas sim portar jogos dos consoles de mesa da Sony para o mobile. Os títulos terão versões para Android e iOS, e a empresa garante que as adaptações trarão games completos do PlayStation para os tablets e smartphones. Por enquanto, o foco é promover esses lançamentos no Japão e em outros países da Ásia, onde os celulares se tornaram a principal plataforma para jogos.

Vale lembrar que, nesta quarta-feira (7), a Sony fará mais uma edição do PlayStation Meeting, evento em que devem ser revelados oficialmente o PS4 Slim e o Neo. Quem sabe a fabricante não aproveita e dá uma prévia do que vem por aí no mobile?

Fonte: Financial Times