Cotação do Bitcoin ultrapassa os US$ 11,5 mil e torna Winklevoss bilionários

Por Redação | 04 de Dezembro de 2017 às 09h33
photo_camera divulgação

Neste domingo (3), o bitcoin atingiu a marca de US$ 11.826, como tinham previsto especialistas em economia. A alta continua sendo relacionada à maior demanda dos investidores, uma vez que foram autorizadas a abertura de mercados futuros de bitcoins e outras criptomoedas nas últimas semanas.

A alta fez com que os irmãos Winklevoss, Tyler e Cameron, se tornassem os primeiros bilionários com posses originárias das criptomoedas. Se antes das altas os gêmeos possuíam US$ 11 milhões em bitcoins, com a nova precificação eles atingiram o patrimônio de US$ 1 bilhão.

Os gêmeos ficaram famosos após polêmica nas cortes judiciárias dos EUA, ao acusar litigiosamente Mark Zuckerberg de roubar deles a ideia para a criação do Facebook. Após investigação instaurada, os irmãos desistiram do processo e passaram a investir em criptomoedas, o que parece ter sido uma escolha acertada.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Segundo economistas de todo o mundo, é esperado que o mercado de bitcoins se aqueça após o anúncio que grandes grupos de investidores, como CME Group e a Nasdaq, abrirão mercados de futuros da criptomoeda ainda nos próximos seis meses. 

Apesar do ceticismo que envolve os lucros e possíveis riscos econômicos das criptomoedas, a previsão é de que as altas dos valores não parem tão cedo.

Fonte: Business Insider

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.