Computex 2015: Intel anuncia que também vai adotar o USB Type-C

Por Redação | 02 de Junho de 2015 às 10h27
photo_camera Divulgação

O passo que faltava para que os USBs do tipo C realmente ganhassem tração está começando a ser dado pela Intel. A empresa anunciou na Computex 2015 que está alinhando a tecnologia Thunderbolt com as novas portas, de forma a unificar todos os conectores e dispositivos sob um único formato, trazendo mais versatilidade e uma maior velocidade na transmissão de dados para os usuários de PC.

A tecnologia Thunderbolt, que permite que dispositivos troquem dados em ambas as direções sem perda de velocidade, já está disponível em equipamentos USB convencionais disponíveis atualmente. Em sua terceira geração, porém, essa taxa de transmissão deve chegar a até 40 Gbps, além de permitir que diversos dispositivos, desde pendrives até monitores e fontes, sejam conectados em uma mesma porta.

Em testes práticos, a fabricante já teria conseguido, por exemplo, realizar a transferência de vídeos em resolução 4K, gravados com uma câmera GoPro, em menos de um minuto. Além disso, o suporte completo ao atual padrão USB 3.1 também vai garantir que todo e qualquer dispositivo disponível hoje também possa ser utilizado nos computadores que estão por vir, sem perda de velocidade.

A Intel também voltou seu olhar para os fabricantes de produtos que, apesar de empolgados com todas as capacidades trazidas pelo conector reversível, já haviam expressado preocupação quanto ao custo dos cabos necessários para permitir toda essa velocidade. Para resolver essa questão, a empresa deve trabalhar com diferentes materiais, fornecendo velocidades de acordo com o preço.

Um cabo chamado “passivo”, por exemplo, oferece uma velocidade de 20 Gbps – o dobro que o USB 3.1 – sem incorrer em aumento de custos para produção. Os modelos mais avançados, compostos de cobre ou fibra óptica, porém, também devem estar disponíveis a partir do ano que vem, inicialmente por valores mais elevados, mas com o tempo a Intel acredita que esses custos deverão cair com a escala e a adoção da tecnologia pelos usuários.

Adoção também é o mote quando se fala nos dispositivos que devem chegar ao mercado com o USB Tipo C. A ideia é que a conexão esteja presente em todo tipo de equipamento, desde notebooks e computadores de mesa até smartphones e tablets topo de linha. No começo, claro, os produtos com tais conectores também devem ser mais caros, mas com o tempo a interface vai se tornar mais e mais usada até finalmente se transformar em um padrão, como os conectores universais de hoje.

Agora, para a empresa, é hora de trabalhar junto aos fabricantes para garantir a adoção da tecnologia e a chegada dos primeiros produtos compatíveis ao mercado. Com a Apple saindo à frente na corrida do USB Tipo C – apesar das críticas quanto à existência de um único conector nos novos MacBooks –, as empresas que trabalham com PCs e outros dispositivos não devem querer ficar muito para trás em relação a essa tecnologia.

Fonte: CNET

Siga o Canaltech no Twitter!

Não perca nenhuma novidade do mundo da tecnologia.