Comparativo: Galaxy S6 e Galaxy S6 Edge vs Galaxy S5

Por Redação
photo_camera Divulgação

A Samsung anunciou no último domingo (1) durante a Mobile World Congress 2015, na Espanha, a sexta geração dos smartphones da família Galaxy S. Trata-se dos modelos S6 e S6 Edge, que integram o catálogo de aparelhos topo de linha da empresa.

Como todo produto sucessor de dispositivos de alta performance, os novos Galaxy S6 e S6 Edge chamam atenção porque mostram que a fabricante sul-coreana fez a lição de casa e aprendeu com os erros do Galaxy S5, um gadget que, apesar de bastante poderoso, não agradou o mercado como seu irmão mais velho, o Galaxy S4. Mas, colocando as especificações no papel, o que diferencia os celulares atuais para o smartphone lançado no ano passado?

Processador

O primeiro item de destaque é o poder de processamento. Enquanto o S5 utiliza um chip quad-core Snapdragon 801 de 32-bits rodando a 2,5 GHz - especificações bem avançadas para a época em que foi anunciado -, os novos telefones da linha Galaxy possuem um processador octa-core de 64-bit com litografia reduzida para 14 nanômetros.

Câmera

Além disso, o S6 ganhou uma câmera traseira com estabilização óptica. Já a frontal recebeu uma tecnologia que promete capturar até 60% mais luz para melhorar a qualidade das imagens tiradas em ambientes com pouca luminosidade. A câmera da frente também é perfeita para selfies, já que vem com 5 MP de resolução e processa o HDR em tempo real.

Composição

Outra característica elogiada por aqueles que já viram o Galaxy S6 de perto é sua composição física. Diferente do Galaxy S5, que é fabricado em plástico mesmo sendo um smartphone da categoria high-end, o S6 tem como matéria-prima o metal, tornando o aparelho um produto mais leve, fino, compacto e, obviamente, mais bonito. Esta é a primeira vez que um topo de linha da Samsung deixa de lado uma carcaça de plástico para investir em componentes metalizados. A traseira também recebeu um trabalho primoroso e agora é feita de vidro.

Display

A tela do Galaxy S6 também é outro item bastante comentado pela imprensa especializada. O display possui 5,1 polegadas com 1.440 x 2.560 pixels de resolução e segue com a tecnologia Super AMOLED. O que o diferencia da tela do Galaxy S5 é a resolução QuadHD e o formato curvado nas laterais presente no Galaxy S6 Edge. O visor também vem equipado com Gorilla Glass 4, que garante maior resistência a quedas e riscos.

Melhorias discretas

Outras novidades do Galaxy S6 em relação ao modelo anterior incluem o discreto aprimoramento no leitor de impressões digitais, que agora reconhece o usuário apenas ao colocar o dedo sobre o sensor; um peso menor (138g do Galaxy S6 contra 145g do S5); carregamento por indução, que dispensa o uso de fios ou cases especiais; e Android 5.0 de fábrica. Falando no sistema operacional, a companhia adaptou a TouchWiz ao Material Design do robô verde do Google, apresentando uma interface mais simples e intuitiva de usar.

Memória interna, bateria e resistência a água

Mas não são apenas melhorias que marcam o lançamento do Galaxy S6. Pelo fato de ser feito de metal, o aparelho não possui mais entrada para cartão de memória microSD, restringindo sua capacidade interna para as versões vendidas pela empresa, que são de 32 GB, 64 GB e 128 GB. A bateria, que passou de 2.800 mAh do Galaxy S5 para 2.600 mAh no S6, também não pode ser acessada mais com tanta facilidade - a não ser que se remova a parte traseira -, e o dispositivo não conta mais com a certificação IP67, que garante resistência a água ou poeira. Ou seja, molhar o gadget pode comprometer seu funcionamento.

comparativoGalaxy