Cisco deverá adquirir startup de contêineres virtuais Container X

Por Redação | 30.08.2016 às 18:48

A Cisco anunciou que pretende realizar a aquisição da Container X, uma startup focada em tecnologias de contêineres virtuais. De acordo com a própria empresa, que possui dois anos de atuação, sua plataforma permite que empresas configurem "o sistema em menos de 60 minutos, integrando vários aspectos da infraestrutura empresarial, como armazenamento, rede, orquestração, etc, criando conjuntos com recursos limitados para abastecer de forma automática vários times de dev/ops".

O interesse da Cisco na startup acontece devido ao uso de contêineres virtuais por parte de seus clientes, que pretendem construir, entregar e gerenciar aplicações cloud nativas. O objetivo da empresa é que o conceito facilite e dê mais flexibilidade para criar, testar, rodar e mover sistemas através de uma variedade de ambientes, incluindo nuvens públicas, privadas e híbridas. "Muitos dos nossos clientes estão começando a usar recipientes para construir, implementar e gerenciar aplicativos em uma variedade ambientes", disse Rob Salvagno, vice-presidente da Cisco.

"Atualmente, essa tecnologia está em fase de crescimento, com empresas experimentando sua adoção ao mesmo tempo que aguardam maiores níveis de segurança, gerenciamento e interoperabilidade que necessitam com outros ambientes", explica o executivo.

A aquisição da Container X é a sexta feita pela Cisco neste ano e a 16ª desde que Chuck Robbins se tornou CEO da companhia, há cerca de um ano. Recentemente, a fabricante de redes comprou a provedora de ferramentas de cibersegurança CloudLock por US$ 293 milhões, reforçando o foco em empresas nas áreas de segurança e computação em nuvem. A compra da Container X acontece em meio a cortes de 5.500 trabalhadores da Cisco e reorientação da empresa no desenvolvimento em áreas de crescimento.

Via NetworkWorld, Cisco