Cisco deve estar mais forte no segundo semestre após troca de CEO

Por Redação | 18.05.2015 às 07:42

John Chambers, o ex-CEO da Cisco, participou pela última vez de uma conferência de divulgação de resultados financeiros da companhia. Chambers esteve à frente da Cisco Systems por 20 anos e agora abre espaço para Chuck Robbins, que assumirá o cargo em julho.

A mudança na gestão da Cisco acompanha a recuperação da empresa em relação a dificuldade em lidar com mercados globais revoltos e a forte valorização do dólar. Analistas consultados pela Thomson Reuters acreditam que empresa deva anunciar um lucro de US$ 0,56 por ação e receita de US$ 12,6 bilhões para o próximo trimestre.

Em nota, Amitabh Passi, analista da UBS Securities, afirmou que a segunda metade do ano tende a ser sazonalmente mais forte para a Cisco em relação ao primeiro semestre. Um acordo com a Verizon permitirá o fornecimento de equipamentos para uma rede de fibra óptica, o que deve impulsionar as vendas.

A valorização do dólar em relação a outras moedas importantes tem sido de preocupação para a Cisco. Quando o dólar americano é forte em relação a outras moedas globais, especialmente o euro e o iene japonês, as empresas sediadas nos Estados Unidos tendem a sofrer quando convertem essas moedas de volta para o dólar. No caso da Cisco, este fato é um pouco mais complicado, uma vez que a companhia vende 95% de seus produtos em dólares. Assim, é necessário ajustar os preços para compensar o balanço das taxas de câmbio, o que pode diminuir o lucro de cada produto vendido no mercado externo.

Outro ponto interessante a ser analisado é os produtos da Cisco vendidos por assinatura. Passi disse que a companhia está vendendo mais produtos com base em assinaturas, o que poderia, ao longo do tempo, criar um quadro de receitas mais estável. Atualmente, as assinaturas são responsáveis por cerca de US$ 2 bilhões por ano, ou seja, cerca de 4% da receita esperada em 2015. Esta forma de obter receitas está crescendo cerca de 20% ao ano na empresa.

Via Re/Code

Fonte: http://recode.net/2015/05/12/succession-questions-answered-cisco-looks-stronger-in-q3/