Chuck Robbins será o próximo CEO da Cisco

Por Redação | 04 de Maio de 2015 às 11h33

A Cisco nomeou o vice-presidente sênior de operações Chuck Robbins como seu próximo CEO. Ele deve assumir o cargo no dia 26 de julho de 2015, quando o atual CEO, John Chambers, se tornará presidente-executivo da empresa após 20 anos no cargo.

Robbins, que está na Cisco desde 1997, também foi eleito recentemente para o conselho administrativo da empresa. Ele já havia dito que cerca de 10 candidatos internos da Cisco poderiam assumir a posição de CEO. Rumores apontavam para o veterano presidente de desenvolvimento e vendas Rob Lloyd, que está na companhia há 18 anos, como um dos fortes candidatos.

"Esse é o momento perfeito para Chuck Robbins se tornar o próximo CEO da Cisco. Nós escolhemos um líder muito forte em um momento em que a Cisco está em uma posição muito forte. O passo de hoje é exponencial", disse o atual CEO John Chambers. "O nosso próximo CEO precisa prosperar em um ambiente altamente dinâmico para conseguir acelerar o que está funcionando bem para a Cisco e interromper o que precisa mudar. Chuck é único em sua capacidade de traduzir a visão e a estratégia de execução a nível mundial, reunindo as equipes e os ecossistemas para gerar resultados".

Em sua trajetória pela Cisco, Robbins ajudou a liderar e executar muitos dos investimentos e mudanças estratégicas da empresa, incluindo a construção do mais poderoso programa de parcerias da indústrias, que agora rende mais de US$ 40 bilhões em receita para a companhia a cada ano. Ele também foi um dos principais arquitetos da estratégia da empresa para o segmento comercial, que cresceu 8% na comparação anual no último trimestre e agora representa 25% do total dos negócios da Cisco.

Os resultados financeiros do segundo trimestre fiscal de 2015 da Cisco mostraram um cenário bastante positivo após a empresa dar início a uma reformulação em sua linha principal de hardware de rede. As consequências das mudanças trouxeram um aumento de 68% no lucro líquido, passando para US$ 2,4 bilhões contra US$ 1,4 bilhão no comparativo ano a ano.

"Há 17 anos, eu entrei na Cisco porque eu queria ser parte de uma empresa onde eu acreditasse que as possibilidades eram ilimitadas. Hoje, estou ainda mais convencido de que a Cisco é essa empresa. Ao longo dos últimos 20 anos, a visão e a liderança de John Chambers têm transformado a Cisco em uma das empresas mais importantes do mundo", disse Chuck Robbins. "Estou focado na aceleração da inovação e execução que nossos clientes precisam de nós", completou.

Com informações do Business Insider
Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.