CEO do Google faturou R$ 365 milhões no ano passado

Por Redação | 29 de Março de 2016 às 19h40

2015 foi um ano bom para Sundar Pichai, CEO do Google. O engenheiro de computação nascido na Índia começou por baixo na empresa de buscadores, mas foi subindo de cargo até se tornar chefe do Google no ano passado. Agora, o engenheiro está faturando tanto quanto grandes nomes da música pop (ou talvez até mais).

Ele recebeu um total de US$ 100,5 milhões (cerca de R$ 365 milhões) no ano passado, de acordo com informações contidas em uma ação judiciária do Google feita na última terça-feira. E receberá ainda mais. Um montante de US$ 99,82 milhões (cerca de R$ 363 milhões) terminará de ser entregue ao CEO apenas em 2017, quando as ações na bolsa derem frutos. Além disso, o salário de Pichai no ano passado era de R$ 2,3 milhões.

Para colocar isso em perspectiva: a média de ganhos dos CEOs das 350 maiores companhias dos Estados Unidos em 2014 era de US$ 16,3 milhões (cerca de R$ 59 milhões), de acordo com dados de 2015 do Instituto de Políticas Econômicas dos Estados Unidos.

No total, o Google – ou sua empresa mãe, Alphabet – deu mais de US$ 600 milhões (cerca de R4 2,1 bilhões) em ações para Pichai, o que deve dar resultados em diversos intervalos nos próximos anos, de acordo com dados da Bloomberg. O objetivo, presumivelmente, é garantir que ele fique na empresa por muito tempo.

Em agosto passado, Larry Page, CEO da Alphabet, anunciou planos de reestruturar a gigante da internet ao dividir o Google em vários negócios únicos, incluindo filiais de captação de capital, dispositivos inteligentes para casa, investimentos em ciência e pesquisa e, é claro, o próprio Google, todos embaixo do guarda-chuva da Alphabet.

"Eu tenho muita sorte", disse Pichai em um perfil publicado recentemente no BuzzFeed norte-americano, ao responder sobre suas opções de ações na bolsa. "Tomo isso como uma oportunidade de descobrir como eu devolverei as coisas para o mundo".

Via Mashable

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.