Cade aprova, sem restrições, aliança entre Cisco e Ericsson

Por Redação | 03.08.2016 às 06:16

Nesta terça-feira (02), a Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) aprovou, sem restrições, a aliança comercial entre a Cisco e a Ericsson no Brasil. A aliança tem como objetivo promover soluções para integrar o potencial das empresas para o desenvolvimento, integração e suporte de redes sem fio, além do potencial para o desenvolvimento e suporte de produtos de rede.

O acordo inclui a venda dos produtos e serviços da Cisco pela Ericsson no país, e a aliança não criará uma entidade autônoma e nem envolverá a transferência de ativos. Além disso, não estabelecerá nenhuma relação de exclusividade entre as companhias, que seguirão com a liberdade e independência para buscarem oportunidades e parcerias com outras empresas do setor.

Contudo, soluções desenvolvidas pela aliança podem estar sujeiras a exclusividades se as empresas assim o desejarem, mas isso não afetaria os componentes já existentes desenvolvidos por cada uma das partes. De acordo com o Cade, a concentração de mercado resultante da aliança seria menor do que 20%, não apresentando impactos relevantes para a concorrência.

“As partes continuarão a concorrer nos mercados onde atuam, além de o fornecimento de produtos da Cisco à Ericsson não gerar ingerência de uma parte na outra e tampouco modificar o fornecimento de produtos da Cisco por meio dos outros canais”, avaliou a SG do Cade.

Fonte: Valor Econômico