CA Technologies aposta em Agile Ops para integrar operações e desenvolvimento

Por Rafael Romer | 06 de Agosto de 2015 às 17h20
photo_camera Divulgação

Os ciclos de desenvolvimento e atualização de aplicativos e serviços estão sendo cada vez mais comprimidos para as equipes de TI em desenvolvimento e operações. Ao mesmo tempo que as exigências dos usuários por uma boa experiência com a interface ficam maiores, a pressão pela agilidade de entrega muitas vezes força empresas a lançarem suas aplicações em versões ainda não completamente terminadas.

E a nova aposta da CA Technologies para o mercado brasileiro visa preencher exatamente esse gap entre agilidade e boa experiência de usuário de serviços, com um novo portfólio para monitoramento de aplicações Agile Operations.

O conceito reúne duas soluções redesenhadas do portfólio de DevOps da CA: APM (Application Performance Management) e UIM (United Infrastructure Management), que focam na integração entre as equipes de desenvolvimento e de operações da TI, como forma de tornar mais eficiente o ciclo de criação, entrega e manutenção de aplicações — já que estas estão cada vez mais próximas do core-business das empresas.

As soluções têm como objetivo principal agilizar e automatizar processos de feedback de bugs e mau-funcionamento em aplicativos para as equipes de operações, como forma de facilitar a manutenção de serviços das empresas.

As ferramentas são capazes de acompanhar em tempo real a interação do usuário com uma aplicação, criando uma linha do tempo das ações que foram feitas no app. Caso o app pare de funcionar, o sistema alertará em tempo real a equipe de operações com informações como quando e porque o bug ocorreu. Com relatórios mais ágeis, a equipe de operações é capaz de repassar as informações de volta para o grupo de desenvolvedores, agilizando também o ciclo de atualização das aplicações.

"Com essa integração de APM, UIM e DevOps, no mesmo painel, as áreas de operações e desenvolvimento estão vendo as mesmas métricas. E a colaboração entre esses times traz um diferencial enorme", explicou o vice-presidente de venda da CA Technologies para a América Latina, João Fábio de Valentin. "Como cada vez mais a relação entre o usuário e o cliente se dá por uma aplicação, é fundamental que essa experiência seja rica e que a empresa consiga incorporar os feedbacks de forma rápida. E, o ideal: sem o usuário perceber".

A nova integração de soluções já está no mercado há algumas semanas nos Estados Unidos e também já tem alguns clientes no Brasil. Segundo um levantamento da CA Technologies com a Information Week, realizado em março deste ano com 390 tomadores de decisão na área de TI, 66% dos respondentes afirmaram que a qualidade final dos aplicativos melhorou quando as áreas de operações estavam mais pró-ativas com feedbacks no desenvolvimento de produtos.

Além disso, a empresa estima que o ciclo de desenvolvimento torna-se até 15% mais rápido, com um tempo de resolução de problemas 43% menor e serviços de restauração 76% mais ágeis com a integração.

Hoje a CA já tem diversas empresas que utilizam suas aplicações de DevOps de forma independente no mercado brasileiro. O desafio agora é reuni-las sob o mesmo guarda-chuva do Agile Operations. De acordo com Valentin, setores como o de serviços financeiros, redes de varejo, transporte aéreo, além dos cada vez mais conectados setores de construção civil e agropecuária, são potenciais mercados para a implementação do novo portfólio. "A abordagem é de apresentar o conceito como um todo e discutir uma estratégia de integração e uma migração gradual", afirmou o executivo.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.