Build 2015: Apps de desktop estarão disponíveis na Windows Store

Por Redação | 29 de Abril de 2015 às 16h34

Um dos fatores que causaram maior estranheza nos usuários quando da mudança do Windows 7 para o 8 foi o fato de o novo sistema parecer "híbrido" demais, incluindo tanto recursos típicos de desktop quanto os Live Tiles, famosos blocos interativos coloridos, uma das características mais conhecidas do Windows 8. Isso significava, porém, manter apps touch bem distantes dos tradicionais programas x86.

Com o lançamento do Windows 10 cada vez mais próximo, a Microsoft quer garantir uma mudança mais suave para seus usuários. Em um anúncio feito hoje durante o evento anual para desenvolvedores, a Build 2015 em São Francisco (EUA), a empresa comunicou que agora a sua loja de aplicativos, a Windows Store, que antes só possuia apps para dispositivos touch, vai abrigar também os serviços Win32 e .NET, fazendo do Windows 10 uma plataforma universal para aplicativos.

Para os usuários, isso significa mais simplicidade na hora de baixar e usar um aplicativo da Windows Store. Para os desenvolvedores, por sua vez, significa que todos os aplicativos receberão tratamento igual na loja do Windows, ou seja, as atualizações se tornam padrão em toda a Windows Store, e os dsenvolvedores poderão ativar funções de compra dentro dos próprios aplicativos, como já acontece com os downloads disponíveis na Store atualmente.

Outra novidade importante é a incorporação dos códigos de apps do Android e do iOS para o Windows 10. Para os aplicativos do Android, a Microsoft permitrá que os desenvolvedores utilizem o mesmo código Java ou C++ no Windows 10. No caso do iOS, será possível reaproveitar o código em Objective C. Estes aplicativos podem ser apenas levemente modificados para se integrar às funcionalidades do Windows 10, como já ocorre nos Live Tiles.

Via Engadget.

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.