Saída do Reino Unido da UE pode afetar Game of Thrones e outras produções

Por Redação | 24.06.2016 às 14:38 - atualizado em 24.06.2016 às 18:12

Atualização - 24/06 às 18h

A HBO divulgou em nota que a produção de Game of Thrones não será afetada pela saída do Reino Unido da UE. "Os fundos de produção da Northern Ireland Screen vêm do Northern Ireland Executive e não utiliza dinheiro de programas Europeus", afirmou o NI Screen em nota.

Nota Original

Em um processo chamado de Brexit, os britânicos foram às urnas para votar em plebiscito e decidiram, nesta sexta-feira (24), pela saída do Reino Unido da União Europeia (UE). O resultado da votação já provoca uma verdadeira avalanche de incertezas nas grandes companhias de entretenimento que, até então, filmavam séries e filmes na região. A preocupação maior é em relação ao financiamento das produções – entre elas, Game of Thrones.

O impacto maior viria da falta de acesso ao Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional, que responde à União Europeia e oferece ajuda financeira a iniciativas de produção cinematográfica na região e que, de forma geral, eram responsáveis pela criação de novos empregos e pelo aquecimento da economia local.

Além disso, continuar a filmar no Reino Unido poderá vir com novos encargos e impostos, algo que deve deixar as produções ainda mais caras. Segundo Michael Ryan, presidente da IFTA (Independent Film and Television Alliance), associação que representa diversas companhias por trás de produções independentes, esse tipo de produção será "um negócio muito arriscado", pois "ter uma certeza sobre as regras que afetam as produções é algo necessário".

É importante destacar que os membros da indústria de cinema e TV se manifestaram contra a aprovação do plebiscito. Aproximadamente 300 artistas – atores, músicos e escritores – assinaram uma carta oficial declarando o seu apoio pela permanência do Reino Unido na União Europeia. Mesmo assim, o apelo parece não ter sido forte o suficiente para persuadir os eleitores a votar pela permanência no bloco.

Por enquanto, ainda não podemos ter certeza, mas a saída do Reino Unido aprovada pelo Brexit pode resultar em uma onda de orçamentos reduzidos e o aumento de encargos, o que pode prejudicar diretamente a produção, ou continuação de filmes e séries filmadas nos países que compõem o Reino Unido. A alternativa, por enquanto, seria buscar outras locações para as filmagens, de preferência nos países que ainda fazem parte da União Européia. Dessa forma, essas produções poderiam continuar a usufruir das vantagens disponibilizadas pela política econômica do bloco.

Vale lembrar que boa parte de Game of Thrones era filmada na Irlanda do Norte, e a série era uma das produções que contava com o suporte do Fundo Regional de Desenvolvimento Europeu. Levando em conta o futuro incerto da indústria cinematográfica local, pode ser que os produtores da série acabem optando por menos filmagens no país, ou até mesmo por uma transferência completa da produção.

Via: Variety