Brasil não é mais o país com o iPhone mais caro do mundo: confira os preços

Por Redação | 05 de Maio de 2017 às 17h27
photo_camera DepositPhotos/ifeelstock

O Brasil perdeu seu posto de país que vende os iPhones mais caros do mundo. De acordo com uma pesquisa realizada pelo Deutsche Bank, a Turquia assumiu a primeira colocação, pagando US$ 1.200 (cerca de R$ 3.810) pelo smartphone da Apple, valor 47% maior do que nos Estados Unidos. Para comparar os preços praticados ao redor do mundo, o estudo fez um levantamento em 33 países, registrando o preço do iPhone 7 de 128GB.

Apesar de não sermos a nação que mais paga pelos iPhones, não devemos cantar vitória, afinal, o Brasil continua gastando bastante dinheiro. Segundo o relatório, os dispositivos comprados por aqui são 37% mais caros do que os dos Estados Unidos — US$ 1.115 reais (R$ 3.540). Além do Brasil, nos top 5 também aparecem a Rússia, com iPhones custando US$ 1.086 (R$ 3.450); Grécia com aparelhos vendidos a US$ 1.028 (3.265); e Polônia praticando valores de US$ 1.005 (R$ 3190) por unidade.

Diante dos resultados, o relatório adverte os interessados em adquirir dispositivos da Maçã. "Se você estiver de férias na Turquia, no Brasil, na Rússia ou na Grécia, tente evitar as lojas da Apple, pois os iPhones são 25-50% mais caros do que nos EUA — que ainda é o lugar mais barato para comprar."

Ficou curioso para saber quanto as pessoas pagam em um iPhone ao redor do mundo? Confira a tabela completa divulgada no levantamento.

Valores cobrados pelo iPhone 7 de 128GB ao redor do mundo

Fonte: Business Insider

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.