Black Friday 2016: veja quais foram os termos mais caros do Google AdWords

Por Redação | 28 de Novembro de 2016 às 12h45

O Google AdWords é um sistema que oferece às empresas uma oportunidade de se destacar entre os resultados de busca do Google. No entanto, quem quer aparecer para um cliente em potencial precisa desembolsar uma grana. O aumento no número de pesquisas online relacionados às ofertas da Black Friday ajudaram a impulsionar também o preço cobrado no AdWords.

A alta procura por determinados produtos no motor de buscas do gigante da web ajuda a criar um leque de palavras supervalorizadas e que, consequentemente, ficam mais caras no AdWords. Ou seja, quem desejou aparecer nas primeiras posições dos resultados de pesquisa da Black Friday, precisou abrir a mão.

Uma lista divulgada pela empresa Future Marketing mostrou que "black friday iphone brasil" foi o termo mais caro do período, com um custo de R$ 14,74 por clique. Para confirmar que os smartphones estavam com tudo nesta edição da Black Friday, os termos "samsung galaxy black friday" ficou em terceiro lugar, com um valor de R$ 6,94 por clique.

Apesar de, em tese, a Black Friday durar apenas um dia, a data é vista por especialistas como o inicio oficial da temporada de intenção de compras, que vai até o Natal. Isso significa que existe um aumento significativo no número de pesquisas, pois os consumidores começam a se preparar para comprar os desejados presentes de final de ano.

A Black Friday 2016 surpreendeu positivamente em alguns pontos: houve queda no número de reclamações e a quantidade de ofertas dobrou em relação ao ano anterior. Agora, dados da Ebit mostraram que o evento também registrou um faturamento 17% superior ao de 2015, chegando a R$ 1,9 bilhão.

Ainda de acordo com a empresa que avalia a reputação das lojas virtuais, o número de pedidos este ano atingiu a marca de 2,23 milhões, um aumento de 5% em relação ao ano anterior. O tíquete médio de compra também subiu para R$ 653.

Fonte: E-commerce Brasil

Fique por dentro do mundo da tecnologia!

Inscreva-se em nossa newsletter e receba diariamente as notícias por e-mail.