Bitcoin pode chegar a valer US$ 10 mil antes do fim do ano

Por Redação | 27 de Novembro de 2017 às 09h32

A semana começou com mais um recorde no mercado de Bitcoins. As moedas virtuais iniciaram esta segunda-feira (27) ultrapassando a marca dos US$ 9,6 mil por unidade, valor histórico que a coloca em um bom caminho para chegar a mais um marco, o dos US$ 10 mil, antes do final de 2017. Há quem diga, até, que esse valor pode ser atingido ainda nesta semana.

No Brasil, o valor é de aproximadamente R$ 33,9 mil. O ganho de relevância continua sendo o grande motor do sucesso das Bitcoins, que neste ano já acumulam uma valorização de nada menos do que 860%. Mais recentemente, uma das maiores boas notícias para quem aposta na moeda foi o anúncio da entrada de mais um grande player, o Chicago Mercantile Exchange. A bolsa de mercadorias anunciou que vai começar a trabalhar com essa modalidade financeira no ano que vem.

A chegada aos US$ 10 mil também é vista por especialistas como um marco para a transformação das moedas, indicando sua transformação efetiva em uma categoria “legítima” de investimento. É o que aponta, por exemplo, Thomas Glucksmann, diretor de marketing da Gatecoin, uma das principais operadoras da modalidade na Ásia, com presença também no restante do mundo.

Participe do nosso GRUPO CANALTECH DE DESCONTOS do Whatsapp e do Facebook e garanta sempre o menor preço em suas compras de produtos de tecnologia.

Para ele, os temores estão deixando de existir pelo simples fato de a moeda virtual apresentar uma grande quantidade de notícias boas, além de extrema valorização, em relação às más notícias que, eventualmente, surgem na imprensa. É isso que levou as Bitcoins a continuarem tendo valorização mesmo depois que a China, por exemplo, impôs uma série de restrições às negociações com criptodinheiros, afirmando que eles podem ser usados para a prática de crimes como esquemas de pirâmide e lavagem.

É uma noção compartilhada pelo CEO da JPMorgan Chase, Jamie Dimon, que já disse que as Bitcoins são uma fraude que deve estourar a qualquer momento. Por outro lado, para cada grande executivo que diz "não" existem alguns dizendo "sim", como os do já citado Chicago Mercantile Exchange, além de nomes como Goldman Sachs e outras grandes firmas de investimento começando a falar em Bitcoins como uma boa alternativa para seus clientes.

No total, o mercado de Bitcoins tem hoje uma avaliação estimada em US$ 161,7 bilhões. No momento em que essa reportagem é escrita, as moedas virtuais operam em franca alta, valendo US$ 9.611 a unidade. Outras modalidades também se aproveitam do efeito, como o Ethereum, que se aproxima dos US$ 500 cada. A exceção é o Monero, que inicia esta segunda com baixa de 0,5%, valendo US$ 161.

Fonte: CNN Money

Gostou dessa matéria?

Inscreva seu email no Canaltech para receber atualizações diárias com as últimas notícias do mundo da tecnologia.